quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

# O "HONESTO" ÁLVARO DIAS TUCANO DO PARANÁ #

Se derrubarem Dilma, cai a república 

Uma coisa é certa, a corrupção
não foi criada no governo
do PT, de modo que se 

punir um tem que punir todos.

FONTE – BLOG DO BRIGUILINO 


Depois que Demóstenes foi expulso do senado por envolvimento com Carlinhos Cachoeira restou ao senador Tucano Álvaro Dias (PSDB-PR) a missão de apontar o dedo para o povo do PT. Só que, a exemplo de Demóstenes, o dedo do Álvaro é mais sujo do que as pessoas para quem ele aponta.

Esse hipócrita do Álvaro Dias já estava pedindo uma CPI da Rosemary,  com a intenção de enlamear o nome do ex-presidente Lula,  sem qualquer base em fatos. Agora vê-se que ele tem filha fora do casamento, que não lhe dá nenhum apoio moral e ainda queria passá-la para trás vendendo seu patrimônio à sorrelfa. E assim, os catões da oposição vão caindo um a um:

Arruda, quase ex-vice de Serra, colhido com a boca na botija;

a família do Índio da Costa, vice de Serra, presa por fraude;

Agripino, colhido com uso de recursos ilegais na faixa de 1 milhão, calou sua voz fanha;

Demóstenes, o herói da moralidade da Veja, lançado ao lixo da história;

agora o último parlapatão da Globo, o peruquento Álvaro Dias perdeu qualquer resquício de moral que ainda tivesse;

Por fim, FHC, o garanhão global, assume que tem apartamento de alto luxo na área mais valorizada de Paris.

Ô povo Onesto, meu Deus!

- Por Spok da Silva -

sábado, 22 de dezembro de 2012

# EMANA DO POVO, MAS NÃO RETORNA #

A grande distorção na democracia brasileira 

Os representantes absorvem
o poder como uma esponja
absorve a água, tendo o povo que
espremer para receber os benefícios

WALQUER CARNEIRO



A Constituição Federal, promulgada em 1988, é clara quando afirma que todo poder emana do povo. O parágrafo único do artigo primeiro não deixa margens para dúvidas quando reza –Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente nos termos da constituição-. 

Isso é maravilhoso quando avaliamos de forma fugaz, mas se observarmos com um pouco mais de atenção veremos que o fato da constituição ditar um direito não quer dizer que ele é assegurado com a abrangência que se requer. A constituição brasileira é uma das mais modernas entre todos os países que se organizam de acordo com o sistema democrático, todavia não vemos o poder emanado pelo povo surtindo efeito direto para aqueles de quem emana o poder. 

Apesar de parecer simples e de fácil execução o parágrafo primeiro da constituição encontra dificuldade para ser exercido, pois é a emanação deste poder que põe para funcionar os mecanismos da democracia no estado de direito, e se levarmos em consideração a afirmação da lei da física que diz: - Toda ação gera uma reação contrária de igual ou maior intensidade -, observamos que a ação exercida pelo povo não encontra reciprocidade por parte daqueles que foram escolhidos para representá-lo. 

Por mais paradoxal que possa parecer essa distorção se dá justamente por estarmos vivendo em uma democracia. Não, eu não estou ficando louco. Sabemos que para a democracia seja exercida de forma plena se faz necessário haver liberdade para as pessoas manifestarem suas vontades. A liberdade permite que a vontades seja direcionadas para àqueles que foram escolhidos para representar o povo, 

Como estamos numa democracia, num sistema de liberdade, em que a demanda tem que proceder do povo, os representantes do povo ficam a espera que o povo, em sua liberdade, se manifeste, como esse não age exigindo que se cumpra a constituição os representantes governam para si mesmo e para seus protegidos, destinando ao povo o resto que sobrar. Essa situação se configura porque o povo brasileiro não tem a total consciência do seu papel no sistema democrático. 

Essa ignorância de seus direitos se dá porque, desde sempre, o sistema social brasileiro foi estruturado em cima do paternalismo, que é um sistema político onde uma liderança se coloca como o provedor das necessidades do povo. 

No sistema democrático é a maioria que decide o que deve ser feito ou não, de acordo com as regras da constituição, todavia as distorções provocadas por diversos governos paternalistas, entre eles destaco dois, os dois governos de Getulio Vargas e o período da ditadura militar, impediram que houvesse uma evolução dos indivíduos no exercício da democracia com base no Artigo Primeiro Parágrafo único da constituição. 

Mais traumático foi a ditadura militar, porque além de censurar toda e qualquer manifestação do indivíduo fez isso usando da truculência, cuja lembrança que ainda hoje está impregnada no inconsciente coletivo impedindo que o povo se mobilize para usufruir do poder por ele emanado, e por isso nos encontramos nesta contradição. Um país democrático onde a maioria das pessoas não consegue usufruir das benesses concedidas pelo sistema democrático, e situação toma essa forma por que mais da metade dos brasileiros são analfabetos funcionais. Em resumo, a democracia só funciona de forma eficaz em um país onde o governo permita que o indivíduo tenha acesso a um sistema educacional eficiente. 

Esses representantes constituídos pelo povo absorvem o poder, como uma esponja absorve a água, de modo que o povo, então, tem que espremer esses representantes para que se tenha de volta, em forma de benefícios, o poder a eles concedido, mas como não há consciência social suficiente mais uma distorção acontece, como vemos no governo do PT nos últimos dez anos, que para garantir o mínimo de direito, a um povo sem o preparo adequado, tem que misturar socialismo, populismo e paternalismo, e daí fica muito difícil sair coisa boa.

# MENTIRAS TUCANAS PARA DERROTAR O PT #

Em condições normais PSDB não derrota o PT

Para derrotar Dilma ou Lula em 2014,
os tucanos devem aderir a tese
de que será necessário
violência e oposição encarniçada

POR MARCUS VINÍCIUS

Um sentimento permeia estrategistas do PSDB: em condições normais de temperatura e pressão, é quase impossível derrotar a presidenta Dilma Rousseff ou o ex-presidente Lula nas eleições de 2014. Para derrotar estes adversários, os presidenciáveis do partido devem aderir a tese de que só com violência e oposição encarniçada será possível apear o PT do Palácio do Planalto. Em resumo: 2014 não será um debate de ideias, mas uma guerra campal.

Para estes estrategistas, é preciso ampliar o anti-petismo além dos limites atuais. E para isto vale tudo. Mas é o VALE TUDO mesmo!

Não importam se as estatísticas beneficiam os governos petistas.

Não interessa se a inadimplência das famílias está em queda ou se os juros para pessoas físicas e jurídicas está no menor patamar da história no Brasil.

E daí se a renda per capita domiciliar cresceu acima do PIB, que foi de 1,03% e a renda das famílias subiu a uma média de 4,89%?

Não é da conta do PSDB se a presidenta Dilma decidiu dar um desconto de 21% nas contas de energia elétrica para consumidores domiciliares e indústrias: Cesp, Copel e Cemig não cederão!

Não são as boas notícias do governo petista que contam. O que conta na avaliação de certos estrategistas tucanos é criminalizar o PT, criminalizar seus líderes, criminalizar Lula e, finalmente, criminalizar Dilma Roussef.


Mentira e violência como armas da política

A violência e a mentira como armas da política não são novidade. Uma dos maiores exemplos de como uma mentira contada infinitas vezes toma ares de verdade é o livro "Os protocolos dos sábios do Sião". Criado numa conspiração pela antiga Okrana, a polícia política do Tzar Nicolau Romanov, o livro acusa os judeus de um plano para dominar o mundo. A trama seria desmascarada pelo jornal londrino Times em 1921 pelo correspondente Philip Grave. Apesar disto, continuou a ser editado em vários países, tendo sido inclusive publicado pelo magnata norte-americano Henry Ford, conforme lembra o pastor Caio Fábio.

Leia mais clicando
AQUI.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

# JUSTIÇA EM PROL DO TRABALHADOR #

Justiça municipal garante emprego de servidor 

O poder judiciário de Dom Eliseu
em uma decisão soberana garante
a lisura do pleito eleitora e retorno
de servidor demitido ao cargo

WALQUER CARNEIRO





O candidato a prefeito pelo PT na Eleição 2012,Gaston Seviero, conseguiu ganhar uma causa na justiça de Dom Eliseu em favor de um servidor público municipal, Virgílio Viana Galvão, coveiro há mais de dez anos em Vila Bela Vista, que foi demitido de forma sumária. 

A decisão em favor do trabalhador se deu pela nobre atuação do juiz da comarca de Dom Eliseu, Dr. Manoel Antonio Silva Macedo, em sua jurisdição eleitoral, numa demonstração real de autonomia e soberania  entre os poderes, pleiteando também pela causa do oprimido. Em uma interpretação inequívoca de que uma injustiça estava sendo prática o meritíssimo tomou a decisão de chamar a atenção do prefeito Joaquim Nogueira para que ele reintegre o coveiro ao quadro de funcionários de prefeitura. 

A decisão do Juiz de Dom Eliseu nos traz um alento com a certeza de que quando solicitado a fazer justiça o judiciário municipal reage de forma altaneira e rápida. Com essa atitude o Juiz Manoel Antonio revela que consegue perceber as nuances da sociedade na geografia de Dom Eliseu. Vemos nesse episódio que o magistrado faz uma leitura abrangente da coletividade com a qual ele está lidando. 

De acordo com o parecer da decisão do meritíssimo, onde garante o retorno do servidor ao seu cargo de origem ele entendeu que Gaston, com a sua iniciativa, não objetivou interesse pessoal dele ou do servidor, pois o prefeito incorreu ao desrespeito à lei eleitoral quando demitiu Virgílio. “A decisão visa garantir a lisura do pleito eleitoral, ainda que em decorrência disso o direito de terceiro venha a ser alcançado”, detalhou o juiz no parecer de sua decisão contida na folha 3/8 do referido documento. 

Vemos com esse episódio que o poder judiciário está ao alcance do cidadão, basta que, de forma adequada, a justiça seja acionada. Para que a decisão tomada fosse considerada pelo juiz o Senhor Virgílio procurou o auxílio do Roni Leite, cidadão que é o atalaia de Vila Bela Vista. Roni levantou todas as informações comprovando a veracidade da situação de Virgílio e levou os documentos até Gaston Seviero que viu na ação de demissão do servidor uma irregularidade eleitoral, além da desumanidade de se demitir uma pessoa com mais de dez anos de serviço prestado ao município. “Em período eleitoral existe um período nove meses que está vedado ao gestor público a demissão e contratação de pessoas para os quadros funcionais da administração municipal”, explicou Gaston esclarecendo que Virgílio foi demitido no mês de novembro. 

A lei eleitoral define que em tempo de eleição no período de maio a janeiro do ano subsequente, momento da posse do eleito, não é permitido a demissão ou contratação de servidores público.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

GASTON GANHA CAUSA PARA TRABALHADOR

Justiça manda prefeito readmitir servidor 

Prefeito manda demitir coveiro de
Vila Bela Vista afrontando a lei 
eleitoral, Gaston aciona justiça que 
determina a recondução ao cargo 

WALQUER CARNEIRO



Além de problema de saúde Virgílio ainda tem que pagar um empréstimo de mil reais 

O candidato a prefeito pelo PT na Eleição 2012, Gaston Seviero, conseguiu ganhar uma causa na justiça de Dom Eliseu em favor de um servidor público municipal que foi demitido de sua função em flagrante desrespeito a lei eleitoral e em grave desconsideração pela pessoa humana, já que o servidor tinha mais de uma década de serviço prestado ao município e na ocasião de demissão ele encontrava-se enfermo por problemas causados no exercício de sua função, e além disso Virgílio havia feito um empréstimo de mil reais, para comprar medicamentos, cujas parcelas ainda não foram pagas .


O servidor público municipal, Virgílio Viana Galvão conseguiu uma importante vitória na garantia de seus direitos, pois recentemente ele ganhou uma causa junto à justiça de Dom Eliseu. Virgílio exerceu a função de coveiro no cemitério de Vila Bela Vista durante 14 anos quando em novembro ele foi chamado ao gabinete da subprefeitura de Vila Bela Vista sendo comunicado que a partir daquele dia seus serviços não eram mais necessários ao município. 

De acordo com informações de Virgílio durante os 14 anos de serviços prestados para a prefeitura o seu contrato sempre foi renovado todos os anos, mas como em 2012 ele tomou uma posição pública durante a campanha eleitoral para prefeito apoiando o candidato adversário ao prefeito Joaquim o grupo do 15 então resolveu retaliar premiando Virgílio com a demissão, e a justificativa apresentada foi a de que o coveiro não mais apresentava condições físicas adequadas para exercer a sua função. 

O caso da demissão de Virgílio poderia ter caído no esquecimento se ele não tivesse contado com o apoio de Roni Leite, um cidadão de Vila Bela Vista comprometido com o que acontece na comunidade. 

Diante da situação Virgílio procurou Roni para saber se ele tinha algum direito, e então foi que Roni resolveu buscar a ajuda de Gaston, e este tomou a decisão de, pessoalmente, requerer via judicial a reintegração de Virgílio a sua função, e no dia 4 de dezembro o juiz emitiu a decisão mandando que o prefeito Joaquim Nogueira Neto reintegre imediatamente Virgílio ao seu cargo de origem. 

Gaston resolveu interferir judicialmente no caso do coveiro Virgílio por dois motivos, o primeiro porque o prefeito incorreu em uma ilegalidade que afronta a lei eleitoral que não permite que o gestor público exonere ou admita pessoas aos quadros de servidores públicos nos três meses que antecedem o pleito eleitoral, durante o pleito e nos três meses posteriores a eleição. Além disso, há também o fato de que existe suspeitas de que o exoneração do coveiro se deu em virtude de retaliação por ele ter se manifestado a favor da candidatura a prefeito de Gaston. 

DECISÃO 

A decisão do juiz manda que o prefeito municipal reintegre Virgílio ao cargo de origem imediatamente à publicação da decisão, dando um prazo de 48 horas para apresentar documentos de exoneração, nomeação e contrato de trabalho do servidor, sob pena de multa de R$ - 100 por dia pelo não cumprimento da decisão. Além disso o prefeito terá um prazo de cinco dias, após a notificação, para apresentar defesa em relação do caso em tela. 

PREFEITO NÃO É ENCONTRADO

A decisão foi emitida no dia 4 de dezembro pelo Juiz Manoel Antonio Silva Macedo, mas até o fechamento deste texto o oficial de justiça do fórum local não tinha conseguido encontrar o prefeito Joaquim para que este fosse notificado da decisão.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

# FILHO DO LULA COMPROU FAZENDA ? #

Revista Dinheiro Rural desmente o boato

Os adversários de Lula, mesmo com ele fora
do governo, insistem em espalhar boatos
para denegrir a sua imagem com o intuito de
ganhar a próxima eleição para presidente



POR IBIAPABA NETTO
FONTE - REVISTA DINHEIRO RURAL

Não é de hoje que se conhece o ditado de que "cada um que conta um conto, aumenta um ponto". E, como o brasileiro gosta de uma boa história, algumas mentiras se tornam verdades, às vezes até mais divertidas do que a própria realidade. Nem mesmo o mundo rural está livre das boatarias que hoje percorrem o mundo em mensagens eletrônicas via internet. Todas, é claro, sem a identificação da autoria.

Quem sentiu na carne os efeitos de um boato bem contado foi o criador de nelore puro de origem José Carlos Prata Cunha, dono de terras em Valparaíso, interior de São Paulo. Circula na internet um e-mail que conta a história de uma fantástica operação em que o filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o "Lulinha", teria comprado a sua principal área, a Fazenda Fortaleza, por R$ 47 milhões. "Isso é tudo bobagem, nunca vendi minha fazenda e, na verdade, nem oferta cheguei a receber", esclarece Prata Cunha à DINHEIRO RURAL. "Tratamos isso como piada", reforça Leonardo Badra, sócio de Fábio Luís na empresa de jogos eletrônicos Gamecorp.

Mas de onde, então, nasceu essa curiosa história?

O VERDADEIRO DONO: José Carlos Prata Cunha, proprietário da Fazenda Fortaleza, diz que nunca recebeu uma oferta de compra pelas suas terras

Para Fernanda Prata Cunha, filha de José Carlos, que acompanha de perto os problemas derivados do "boato rural", a confusão nasceu de uma sondagem imobiliária. "Realmente fomos procurados por um grupo que se disse representante do filho do presidente", explica. Mas, comenta a fazendeira, a notícia rapidamente caiu "na boca do povo", os e-mails começaram a circular e nunca houve, na prática, algo que se aproximasse de uma oferta de compra.

A fazenda não foi vendida, porém, a dor de cabeça dura até hoje. "Tivemos de modificar a entrada da fazenda e proibir a entrada das pessoas", lamenta Fernanda. Segundo ela, a propriedade virou uma espécie de "ponto turístico" em Valparaíso. "As pessoas param para tirar foto e as brincadeiras por causa da suposta venda que não aconteceu são constantes", diz. De certa forma, ela se diverte. "Algumas pessoas na cidade nos olham meio estranho", brinca.

Mas os "causos" rurais do filho do presidente da República não se limitam às terras dos Prata Cunha. Ele também ganhou fama em outros Estados da Federação, como no Pará. Em outra mensagem, um pouco mais recente, circula a "revelação" de que Lulinha estaria prestes a se tornar um novo "rei do gado". Para tanto, ele teria comprado duas propriedades nas cidades de Marabá e Xinguara, ambas do megapecuarista Benedito Mutran, dono de um dos maiores rebanhos comerciais do Brasil. O que ele diz a respeito? "Tudo bobagem, nunca houve essa operação", diz Mutran.

Em 2007, de fato, Mutran vendeu algumas de suas terras para a Fazenda Santa Bárbara, do empresário Carlos Rodemburg. As vendas aconteceram, só que o comprador era outro. E com verdades misturadas a meias-mentiras, a equipe de DINHEIRO RURAL, de passagem pela ExpoGrande, maior mostra pecuária de Mato Grosso do Sul, se deparou com o novo boato. Entre amigos, um pecuarista de nome Augusto Araújo Oliveira tentava se livrar das gozações dos amigos. O motivo? Uma suposta venda de bois para o filho do presidente. Indagado pela reportagem, ele disse, lacônico: "Não sei de nada, não sei de nada", desconversou, e foi embora. Verdade? Mentira? Não se sabe, mas com certeza vem aí um novo boato rural.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

# CPI VAI INVESTIGAR TUCANOS #

A Privataria Tucana aponta altas irregularidades 

Aprovado requerimento para que o 
ex-presidente tucano seja convidado a falar 
na Câmara sobre corrupção praticada 
no governo de Fernando Henrique 

FONTE – PORTAL DO PT 

O líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), conseguiu aprovar hoje (12), na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, requerimento em que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é convidado a dar explicações sobre a chamada “Lista de Furnas”, esquema criado por tucanos em Minas Gerais para financiar campanhas políticas com “caixa dois” às custas da empresa estatal. 

“O depoimento de FHC é fundamental, já que ele tem expertise na área e deve explicar como se deu o envolvimento dele e de seus auxiliares com o esquema”, disse o líder. A justificativa envolve o esclarecimento de “informações contraditórias sobre documento relativo a doações a agentes políticos que teriam sido levadas a efeito por Furnas”. 

Na mesma sessão da comissão foi aprovado convite para que o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, também preste depoimento. O requerimento a respeito de Gurgel é de autoria do presidente do colegiado, senador Fernando Collor (PTB-AL). O objetivo é obter de Gurgel explicações sobre como se dá a relação entre o MPF e os órgãos de inteligência do Estado. 

O líder Jilmar Tatto também defendeu hoje a instalação imediata da CPI da Privataria, cujas assinaturas já foram coletadas pelo deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP). O líder vai tratar deste tema hoje, com o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), de quem depende a decisão de instalar a CPI. 

O pedido de abertura da CPI baseia-se no livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr. A obra, resultado de 12 anos de investigação sobre o processo de privatizações das empresas estatais no Brasil, destaca documentos que apresentam indícios e evidências de irregularidades nas privatizações que ocorreram durante a administração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, além de amigos e parentes de seu companheiro de partido, José Serra. 

Os documentos procuram demonstrar que estes políticos e pessoas ligadas a eles realizaram, entre 1993 e 2003,movimentos de milhões de dólares, lavagem de dinheiro através de offshores - empresas de fachada que operam em Paraísos Fiscais - no Caribe. 

O livro Privataria Tucana contém cerca de 140 páginas de documentos fotocopiados que evidenciam que o então Ministro do Planejamento e futuro Ministro da Saúde de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), José Serra, recebeu propina de empresários que participaram dos processos de privatização no Brasil. 

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS SOBRE O LIVRO PRIVATARIA TUCANA.

# CONSTRUIR AEROPORTOS POR TODO PAÍS #

Dilma anuncia construção de 800 aeroportos regionais 

A presidenta disse que é 
preciso integrar o país 
regionalizando o 
transporte aeroviário 

DANILO MACEDO 
REPÓRTER DA AGÊNCIA BRASIL 

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (12), em Paris, que o governo pretende criar cerca de 800 aeroportos regionais no país. Segundo presidenta, pelo projeto, cada cidade com até 100 mil habitantes deverá ter um aeroporto a, no máximo, 60 quilômetros de distância. “É uma necessidade também importante para o crescimento do país”, disse Dilma a empresários franceses, após participar do seminário empresarial Desafios e Oportunidades de Uma Parceria Estratégica. 

A presidenta também confirmou que o governo deve lançar, até amanhã (13), o edital para o leilão da primeira etapa do trem de alta-velocidade que ligará Campinas, São Paulo e Rio de janeiro. O edital foi aprovado na última semana pelo Tribunal de Contas da União com ressalvas. 

Saiba mais clicando AQUI.

# OS TUCANOS E DEMOS ESPERNEIAM #

Enquanto batem em Lula lançam Aécio presidente

Sem saída a curto prazo os 
Demostucanos movem todos os seus 
pauzinhos para enfraquecer 
Lula e tentam fazer Aécio levantar voo 

WALQUER CARNEIRO 

O Brasil é um país interessante, pois é o único país em que grupos políticos e um conglomerado midiático fazem oposição a um ex-presidente. Desde 2003 os partidos de oposição ao PT a ao presidente Lula vem tentando emplacar um presidente da república, mas numa demonstração de incompetência política e a falta de um projeto político para o Brasil os senhores da Casa Grande partiram para uma caçada sem tréguas à Lula e seus aliados, mesmo que para isso tenha que fazer uso de mentiras e factoides que são amplificados pela mídia que ecoa a voz da Casa Grande. 

Em meio aos ataques e golpes baixos da elite golpista contra Lula, Dilma e demais lideranças progressista que rodeiam a presidenta e o ex-presidente os Tucanos e Demos lançam, desde já, a candidatura de Aécio Neves a presidente da república em 2014. 

Aécio Neves é a última cartada da Casa Grande para tentar derrotar o PT e o Lulismo por vias democráticas. A petulância do PSDB e do Partido da Imprensa Golpista (PIG) não leva em consideração que o lulismo continua mais forte do que nunca, e Dilma Russeff, uma das artífices desta característica, também continua tão popular quanto Lula. 

Para os articulistas políticos dos partidos de direita nacional o fato do PSB ter permitido alianças com o PSDB e DEM nas eleições municipais credencia o PSB como vice dos Tucanos em 2014, o que em tese poderá garantir a provável vitória do senador mineiro, todavia Tucanos e Demos não levam em conta que esse movimento à direita do PSB é apenas pontual, pois ele aproveitou o desespero dos candidatos a prefeitos da direita Demotucana em diversos municípios Brasil a fora para levar vantagens políticas, que faz parte do jogo. Tanto que os últimos movimentos do PSB, depois das eleições municipais, sinalizam para vice de Dilma em 2014, já que o PT há muito tempo anda doido para se livrar do PMDB, e com o considerável crescimento do PSB é bem provável que se configure uma aliança na majoritária entre PT e PSB, além de que há a possibilidade real da adesão do novato PSD, garantindo mais uma vitória do Petismo. 

De acordo com algumas lideranças Tucanas, há a possibilidade de se atrair também o PCdoB para a provável aliança dos Demostucanos com os socialistas para 2014, mas nas verdade o PCdoB é o único partido realmente progressista que acompanha o PT desde sempre, e as experiências de centro direita do partido não foram nada agradáveis, e seus dirigentes não vão jogar no lixo toda uma história de lutas socialista. 

Para tentar enfiar Aécio Neves goela a baixo nos eleitores brasileiros o PIG está disseminando que Aécio acomoda matizes progressistas utilizando-se de subterfúgio dizendo que tanto Aécio quanto o PSDB e o principal ícone do partido, Fernando Henrique Cardoso, não estão conspurcado com a corrupção. 

Agora classificar Aécio de centro esquerda, e dizer que na época de Fernando Henrique não se via escândalos como esses de agora, é forçar a barra, já que vemos aí o senador defendendo em alto e bom som os ideais e princípios neoliberais, como se negar a baixar a tarifa de energia elétrica em Minas Gerais, sendo que de forma vergonhosa Aécio se esquece dos escândalos tenebrosos que aconteceram na era FHC e que nunca foram investigados, ou massificados pela mídia, e nenhum envolvido foi punido, como é o caso do escândalo das privatizações que envolve mais de 100 milhões de reais desviados para políticos do PSDB, principalmente aos ligados a José Serra que era ministro no governo de Fernando Henrique, além de que foi em Minas Gerais onde os Tucanos criaram o esquema do Valérioduto e desviaram milhões de reais das Centrais Elétricas de Furnas para bancar campanhas eleitorais a presidente, governadores e deputados por todo o Brasil na era FHC. 

Como eu disse no inicio do texto, Aécio é a última cartada da Casa Grande em tentar voltar ao poder por vias democráticas, e se não conseguir virá o golpe de estado. O ensaio geral para o golpe aconteceu, agora, nas eleições municipais coincidindo com o julgamento do mensalão e com o STF julgando e condenando baseando-se na Teoria de Domínio dos Fatos, onde provas atenuantes foram escondidas e suposições criadas pelos ministros foram usadas como provas agravantes. Sem esquecer que a direita já fez duas experiências, na América Latina, do chamado "golpe branco". A primeira em Honduras em 2010, e a última agora, em 2012, no Paraguai, ambas possibilitadas por uma manobra do judiciário daqueles países, e isso mostra que há um complô internacional para tentar barrar o crescimento e a manutenção do poder exercido pelo PT e seus aliados no Brasil, principalmente agora que a direitalha perdeu a prefeitura de São Paulo para o PT que tem o PCdoB como vice-prefeito. 

PSDB, DEM E PPS, os principais partidos de oposição ao governo federal, sofreram drásticas diminuições de representatividade nas eleições municipais, além de vir minguando nas representações no congresso eleição após eleição, esses partidos correm o risco de se tornarem tão pequenos que suas lideranças já pensam em fundir os três para garantir a sobrevivência.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

# STF REVÊ CONDENAÇÕES DO MENSALÃO #

Quatro réus tiveram suas condenações anuladas 

Não foi surpresa nenhuma. 
A mudança de voto confirma as 
incertezas e insegurança jurídica 
que cercaram este julgamento 

FONTE - AMIGOS DO PRESIDENTE LULA 

O ministro do STF Marco Aurélio de Mello mudou seu voto no julgamento do "mensalão", e absolveu 4 réus que havia condenado antes por formação de quadrilha. Três réus são ligados ao PP, e Mello reavaliou que a lei exige pelo menos 4 para formar quadrilha. 

Com a mudança, o placar ficou empatado em 5 votos a 5. O empate favorece o réu. 

A DECISÃO DIMINUIU AS SEGUINTES PENAS: 

- O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP) teve a pena reduzida de nove anos e cinco meses para sete anos e dois meses, e poderá cumprir em regime semiaberto; 

- O ex-assessor do PP João Cláudio Genu teve a pena diminuída de sete anos e três meses para cinco anos; 

- O ex-sócio da corretora Bônus Banval, Enivaldo Quadrado (condenado por lavar dinheiro para o PP) passa do regime semiaberto (cinco anos e nove meses) para o aberto (três anos e seis meses); 

O outro beneficiado foi o advogado Rogério Tolentino. O ministro disse que reavaliou os fatos e viu que ele não participou do esquema de quadrilha, pois apenas tomou um empréstimo no Banco BMG. Com a redução do crime de quadrilha, a pena de Tolentino sai do regime fechado (oito anos e cinco meses) para o semiaberto, a seis anos e dois meses. 

Não foi surpresa nenhuma. A mudança de voto confirma as incertezas e insegurança jurídica que cercaram este julgamento. Novas revisões são esperadas, seja até o fim do julgamento, seja nos embargos, quando os ministros se aprofundarem nos autos, levando em consideração os detalhes apresentados pelas defesas, até agora ignorados, sob pressão dos holofotes das TVs e do clima eleitoral.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

# EM 2013 TEM BAIXARIA PRA CIMA DE DILMA #

Vamos precisar de estômago forte durante a eleição 

Um espectro ronda a
política brasileira. O fantasma da
próxima eleição presidencial,
este ano já foi marcado por ele.

POR MARCOS COIMBRA


Fazer política negativa é legítimo, ainda que desagradável. Denúncias, boatos, hipocrisias, encenações, tudo isso é arma usada mundo afora na briga política. 

A retórica anticorrupção é o bastião que resta ao antilulopetismo. Mas precisa ser turbinada e amplificada. Fundamentalmente, porque a maioria das pessoas considera os políticos oposicionistas tão corruptos – ou mais – que os petistas. 

OPINIÃO DO BLOGUEIRO 

Marcos Coimbra é Sociólogo, Presidente do Instituto Vox Populi. e colunista do Correio Braziliense. Ele que é conhecedor profundo do fazer político brasileiro apresenta uma avaliação clara sobre o que será tramado pelos partidos que fazem oposição ao PT e Aliados. 

Essa oposição que hoje está sendo capitaneada pelo conglomerado midiático nacional, já que o PSDB e DEM são grupos políticos que não têm coragem de apresentar um projeto viável para o Brasil a não ser o velho e carcomido modelo neoliberal que está ruindo mundo a fora, e como oposição se agarram ao denuncismo facista amplificado pela mídia controlada pela casa grande. 

Para saber mais sobre a análise clique AQUI.

# GOSTOSO VENENO ENGARRAFADO #

Refrigerante uma bomba de efeito retardado 

Beber refrigerante é um costume 
criado nos tempos modernos, e, 
como tudo o que é invenção do ser 
humano, é extremamente prejudicial 

REDAÇÃO DO BLOG

Beber refrigerante é uma imposição do sistema capitalista que cria todo tipo de produtos para obrigar as pessoas a gastar dinheiro, e as empresas fabricantes de refrigerantes fazem parte deste jogo. 

O corpo humano não precisa de nada do que está contido em uma garrafa de refrigerante. O único beneficiário do refrigerante é o fabricante que recebe lucros de venda de um produto totalmente inútil e prejudicial para a saúde humana. 

Na verdade o biótipo humano esta preparado para receber apenas um tipo de líquido: água pura. Todos e qualquer ingrediente misturado na água não é recebido de forma natural pelo corpo humano. Apesar de saboroso os refrigerantes são verdadeiras bombas de veneno engarrafado que ingerimos, muitas vezes com grande satisfação, e o pior de tudo é que o produto é amplamente consumido por crianças. 


domingo, 9 de dezembro de 2012

# PARA SEGUIR O CAMINHO DE DEUS #

A palavra de Deus mostra onde devemos caminhar

Nas questões espirituais se faz
necessário a luz que emana
de Deus para o ser humano
poder visualizar o caminho

WALQUER CARNEIR
O



-Salmos 119:105 - 


"Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para os meus caminhos"



A energia do Eterno de Dias é o que faz os átomos de nosso corpo estarem sempre em movimento, esta é uma verdade  absoluta, independente do ser humano crer ou não em Deus. Quando, através de nossa fé, fazemos essa poderosa energia fluir, de forma livre, em nós, tudo se esclarece em nossa consciência. Foi essa verdade que o salmista entendeu e registrou para que, hoje, pudéssemos usufruir desses conhecimentos. 

No versículo anterior ( 104) diz o seguinte: - Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Por meio dos teus preceitos consigo entendimento; por isso detesto todo caminho de falsidade. - A poderosa energia de Deus está em tudo o que existe, nada está isento da presença do Eterno de Dias. 

Mesmo em um corpo humano sem vida ativa os átomos continuam a sua dinâmica enquanto a matéria se decompõe e a energia se reintegra ao todo existente e aquela consciência que foi adquirida no decorrer da vida fica a espera do juízo, e o espírito volte a Deus, que o deu. - Eclesiastes 12:7 - Diante disso fica apenas uma verdade; durante a nossa vida, aqui neste planeta, temos que constantemente nos preparar para o dia final, que não sabemos quando vem, e por isso temos que nos esforçar para estarmos sempre em adoração ao único Deus cujo nome é JEOVÁ, e em harmonia com a vontade de dEle, em tranquilidade, amor, afeição e solidariedade; com a certeza de que em Jesus Cristo recebemos de graça a possibilidade da salvação, pois essa é a promessa. 

- I Coríntios 15 : 22 - Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim todos serão vivificados em Cristo - O apóstolo Pedro (I Pedro 1 : 3 a 9), recebendo a revelação do Espírito Santo entendeu que a salvação pode ser conquistada, mesmo em meio as tribulações do mundo, dizendo que a nossa fé é muita mais preciosa do qualquer quantidade de riquezas, e que o fim de nossa fé é a salvação de nossa alma. - I Pedro 1 : 9 -. 

Jesus Cristo disse algo muito profundo sobre a fé e salvação em meio ao pecado e atribulação que nos rodeia levando dificuldades no exercício da adoração, "...mas aquele que perseverar até o fim será salvo". - Mateus 24 : 9 a 13 -

sábado, 8 de dezembro de 2012

# PROSSEGUE MOBILIZAÇÃO DE MADEIREIROS #

A manifestação continua agora de forma técnica 

Madeireiros agora unidos aos
agricultores passam a agir
não apenas com mobilização de
força mas sim com ações técnicas

WALQUER CARNEIRO




Um grupo de treze pessoas reuniu-se na quinta-feira (6) para agilizar ações que possam permitir a retomada das atividades empresariais do setor madeireiro e da agricultura que estão parados por causa das questões fundiárias e ambientais. A reunião aconteceu no Salão de Eventos do Supermercado Coringão, quando a partir das 17:30 horas 20 pessoas decidiram pela formação de uma comissão que iniciará imediatamente os trabalhos de elaboração dos termos de ajustamento de conduta (TAC) onde constarão as propostas dos madeireiros, agricultores. 

Ficou decidido que o movimento em prol de reativação do setor produtivo florestal tem que continuar, todavia não mais com característica de confronto, mas explorando os problemas sociais causados pela redução de vagas de empregos com o intuito de sensibilizar o poder público através do Ibama, mostrando aos técnicos e fiscais e ao poder público municipal a necessidade da atividade madeireira na região. A mobilização social será feita por meio de faixas com frases e carro de som nas proximidades onde está localizada a equipe do Ibama. 

Na reunião ficou estabelecido também que não será mais possível executar atividades empresariais em áreas que não estejam devidamente legalizadas na sua forma fundiária e ambiental, mas chegou-se a conclusão de que o governo municipal não pode se omitir da responsabilidade local, e o governo estadual também tem que facilitar os trâmites para a liberação dos documentos, já que na reunião foi revelado que existem muitas dificuldades em se efetivar a liberação, pelo Incra, de documentos que comprovem a propriedade das áreas, e de documentos ambientais, pela Sema – Secretaria de Estado de Meio Ambiente -, além de que há o fato de servidores públicos, dos órgãos responsáveis pela emissão de documentação fundiária e ambiental, exigirem uma “ajuda de custo” adicional para que os processos tramitem. 

De acordo com um técnico da área florestal que executa projetos de manejo na região há diversos casos de projetos que por mais de dois anos estão a espera de liberação ambiental e fundiária. 

Nos últimos 90 dias foram produzidas cinco reuniões junto ao gabinete do governador Simão Jatene, bem como com responsáveis de secretarias e departamentos que, em tese, podem contribuir com a resolução dos problemas, mas até agora não houve uma resposta efetiva, essa atitude do poder estabelecido, além de dificultar a execução de projetos de manejo, inviabilizando a curto prazo a economia local, também está pondo em risco o plantio de grãos da safra 2012 / 2013. 

O mais importante é que ficou decidido que o setor madeireiro e agrícola da região têm que apresentar uma proposta alternativa que contemple as necessidades do setor produtivo e ao mesmo tempo as necessidades ambientais, e para isso ficou decidido que na segunda-feira (10) a comissão formada por técnicos ambientais, engenheiro florestal e advogado com conhecimento nas questões ambientais iniciarão os trabalhos de levantamento de informações e coletas de dados para a elaboração do termo de ajustamento de conduta. O resultado do trabalho da comissão será apresentado ao público, possivelmente na quarta-feira (12) em uma reunião ao ar livre em frente à câmara de vereadores de Dom Eliseu. 

CAPACIDADE DE PRODUZIR DE FORMA SUSTENTÁVEL 

Pesquisas geológicas já confirmaram que o solo da região onde está localizado o município de Dom Eliseu é o mais propício para a prática de agricultura no estado do Pará, e um levantamento executado por técnicos florestais afirmam que a floresta remanescente no município pode ser explorada de forma manejada por mais dez anos, além de que uma das maiores propriedades rurais de Dom Eliseu tem a capacidade para a prática de manejo sustentável, pecuária, agricultura e silvicultura, tudo em um mesmo local. Sem contar que ainda existem em Dom Eliseu mais de cinco grandes áreas degradadas, com pasto abandonado, que podem ser utilizadas para a prática de agricultura.

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

# QUEREM A MAIORIA CALADA #

Está em curso a imposição da ditadura das minorias

Desde a história dos 300 espartanos (ou antes) 
até os dias de hoje, minorias organizadas 
possuem mais poder que as maiorias
desorganizadas (a tal “maioria silenciosa”).

WALQUER CARNEIRO


Uma maioria organizada, como nação, seria chamada de “nacionalismo”, comparada com Hitler, etc. Aí não pode! Cuba ou China então, com economia planejada, nem se fala! Organização formal é direito só para as minorias, nunca para as maiorias. Agremiações multinacionais compreenderam há muito tempo que o verdadeiro poder está em pequenos grupos organizados, por cima das nações. O povo é um rebanho que deve ser conduzido. 

Uma maioria da população apoiando o nosso governo não vale nada perante as minorias que realmente mandam no Brasil. 

O mundo capitalista não quer ver gente comum em grupos, bebendo da mesma garrafa e “conspirando” em mesas de bar contra a globalização. O mundo atual quer os novos “homo-shopping” atomizados, vivendo sozinhos em casa (cada um na sua casa), vendo TV, e pedindo pizza pelo telefone e, ainda, de preferência que sejam gays, pois consomem mais do que homem e mulher juntos. Aquele “super-homem” do Gilberto Gil é o futuro da humanidade, do jeito que o mundo caminha. 

O político morre de medo das minorias organizadas que fazem “abaixo assinado” e enchem o saco, mas ignora a maioria silenciosa e as medidas que devam ser tomadas apenas baseadas no bom senso, sem pressão específica de grupos. 

No congresso, temos as “bancadas”: da bola, rural, da saúde, evangélica, do PIG e outras, sempre defendendo os interesses das chamadas minorias, tornando a nossa legislação um compêndio de direitos excepcionais para minorias organizadas, ignorando assim, como sempre, a maioria silenciosa. 

A minoria consegue criar leis para “se defender” das práticas de bom senso corriqueiras (usos e costumes tradicionais) da sociedade. A maioria silenciosa deve dormir cedo, não fazer barulho, não reclamar e expressar a sua revolta apenas com o seu voto. A maioria silenciosa não pode nem expressar a sua opinião neste blog sem que uma patrulha de “minorias” ataque de forma coordenada, e ainda fingindo ser a parte fraca da discussão, fingindo de “tadinhos”, mas te ameaçando com Leis e com a sua “justiça” especial. 

Em compensação, o negro pode sair na rua com camiseta escrita “100% negro” e olhar feio na tua cara. O gay usa a lei para entrar forçando a barra em clube onde não é aceito. O judeu te manda preso se você duvidar do “holocausto” ou torna obrigatório o ensino deste discutido fato histórico para as crianças de Rio de Janeiro e Porto Alegre, etc. 

As leis das maiorias estão implícitas dentro do chamado: “bom senso”, pois nem precisariam estar escritas, mas justamente por isso é que a maioria está ficando sem Leis e sem direito nenhum, mas apenas deve obedecer às novas regras que vão surgindo diariamente por pressões de pequenos grupos ao congresso. 

Acho que é hora de acordar e começar a ocupar o nosso lugar na sociedade. Vamos respeitar as minorias, mas nunca deixar com eles o poder de conduzir o nosso povo, como rebanho silencioso, em direção de interesses mesquinhos que muitas vezes socavam a estrutura social da nação. 

Recebido por e-mail

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

# GAROTOS, BOLA E CAMPO PRECÁRIO #

No campo improvisado eles se divertem na inocência

Com de 50 milhões de reais por ano
a prefeitura não consegue
proporcionar condições dignas de esporte
e lazer para as crianças de Dom Eliseu

WALQUER CARNEIRO


Percorrendo Dom Eliseu na tarde de segunda-feira me deparei com uma cena corriqueira em todo Brasil. O clássico grupo de adolescentes jogando bola em um terreno baldio localizado na esquina da Rua Leopoldo Cunha com a Rua Paraná, no Bairro da Chinesa, divisa com o Bairro Jardim América. Eu passei observando os garotos e refletindo: “A oitava economia do mundo, o Brasil ainda apresenta triste desigualdade social pelo simples fato de que a riqueza deste país é mal distribuída”. Pensei eu seguindo o meu caminho, quando escutei um deles gritar “Oh fala cidadão !!! Referindo-se ao programa que faço na rádio. 

Dei meia volta e fui falar com eles para saber o que eles queriam comigo, eles me disseram que escutavam sempre o programa fala cidadão e então eu resolvi conversar com eles e tirar uma fotos. 

Um grupo de oito meninos, na idade entre 10 a 14 anos, moradores dos Bairros Tropical, Jardim América e Chinesa, e estavam treinando para um campeonato de futebol que será organizado pela igreja Nipo Brasileira em janeiro. 

Não era para esses garotos estarem treinando sem a devida orientação. Pois o governo municipal tem por obrigação oferecer condições reais para que esses garotos tenham um local ideal para a prática de esportes. 

Eu digo sem medo de errar que recursos para isso o município tem só que não há interesse aos gestores em direcionar para as áreas sociais.



Vejam, Dom Eliseu recebe do governo federal mais de 5 milhões de reais por mês e mais investimento. Só no ano de 2012 foi repassado ao município 50 milhões de reais. Fora os convênios de obras que são executadas no município. 

O Fundo de Participação dos Municípios – FPM repassado durante o ano de 2012 para Dom Eliseu foram de R$ - 11.095.850,95 

Para a área de Desporto e Lazer, Implantação e Modernização de Infraestrutura para Esporte Educacional, Recreativo e de Lazer Infraestrutura para Esporte Recreativo e de Lazer foram repassados R$ - 56.784,00 durante o ano de 2012. 

Sem contar que a arrecadação de tributos municipais gira em torno de 350 mil reais por mês, sendo que desse montante poderia muito bem R$ - 50 mil por mês ser direcionado para a área de apoio aos garotos que jogam futebol nos campos precários. Um governo realmente comprometido com a questão da infância e adolescência faria isso.

domingo, 2 de dezembro de 2012

# CONFUSÃO, CONFRONTO E TIROS NA RUA #

População se reúne e protesta contra o Ibama 

De acordo com as lideranças a
presença do Ibama na cidade
está causando graves prejuízos
às atividades econômicas

WALQUER CARNEIRO


Neste domingo (2), pela manhã um grupo de pessoas, trabalhadores de diversas categorias se reuniram em manifestação contra a atuação da fiscalização em Dom Eliseu. As pessoas começaram a se concentrar na Avenida JK por volta das 07:00 horas em frente ao hotel onde a equipe do Ibama está concentrada. A força de segurança pública do município foi requisitada e guarnições da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal compareceram ao local para garantir a ordem e a segurança. 

Mais de 300 pessoas atenderam à convocação das lideranças do movimento formada por representante do setor madeireiro, carvoeiro, pecuarista e agricultura que exigiam a retirada imediata da equipe do Ibama para fora do município. 

De acordo com as lideranças a presença do Ibama na cidade está causando graves prejuízos às atividades econômicas locais, prejudicando setores que geram emprego e renda no município. 

Por volta das 10:00 horas os ânimos começaram a ficar exaltados, os manifestantes atearam fogo em um monte de pneus e ameaçaram invadir as dependências do hotel obrigando a polícia a agir com força e energia, e para conter os ânimos da turba enfurecida foi necessário disparar diversos tiros para o ar. 

Autoridades do município começaram a chegar ao local por volta das 11:00 horas quando foi notada a presença do secretário municipal do meio ambiente Edilberto Poggi, o vereador Genilson Cavalcante e o vice-prefeito eleito Silon da Gama e um advogado representando as lideranças dos manifestantes que se reuniram a portas trancadas com representantes da equipe do Ibama para negociar a retirada das pessoas do local e entrar num acordo com a forma de atuação do Ibama no município. 

De acordo com um dos líderes da manifestação foi feito um acordo onde apresentou-se a proposta de se fazer ajuste de conduta cujos termos será apresentado pelo governo municipal, mas de acordo com o líder esse acordo não pode demorar muito. “A gente quer que se apresse esse acordo para que as pessoas possam voltar a trabalhar”, disse ele acrescentando que o representante do Ibama se comprometeu a liberar os caminhões e as máquinas que foram apreendidos durante a operação. “Tudo isso foi negociado. Já há uma evolução no diálogo”, finalizou.


Para ter os veículos e as máquinas de volta os proprietários terão que entrar com uma solicitação de reintegração de posse junto ao Ibama. 

A equipe do Ibama está em Dom Eliseu para fiscalizar o desmatamento que não tem documentação dos órgãos ambientais para serem executados, e de acordo com o secretário de meio municipal de meio ambiente os fiscais irão continuar a fiscalizar desmatamento. “A fiscalização contra o desmatamento vai continuar e quem está irregular vai ter que se regularizar para trabalhar com tranquilidade”, disse Edilberto. 

O termo de ajuste de conduta será emitido pelo Ministério Público Federal junto com o Ibama, governo do estado do Pará e municípios verdes para amenizar a situação e dar condições mínimas de trabalho.

sábado, 1 de dezembro de 2012

# TUCANOS SEM RUMO E SEM PRUMO #

Penas tucanas voam para todos ao lados

Os tucanos do PSDB paulista
 mostraram que unidade de 
pensamento sobre o momento
pelo qual passa o partido não existe

FONTE - A JUSTICEIRA DE ESQUERDA


É de chorar de tanto rir:"E acrescentou, por mais espantoso que possa parecer, que o grande inimigo do partido é o Ministério Público: "Eles fazem perseguição política e não há quem os puna."



Em encontro com os 176 prefeitos eleitos pelo partido em São Paulo, chefes do PSDB mostram que falta unidade até na avaliação sobre a crise no partido; "Temos de voltar às ruas", disse FHC; "Tem prefeito muito acomodado", reclamou governador Alckmin; "o Ministério Público nos perssegue", afirmou Barros Munhoz; e o presidente Pedro Tobias bateu no prefeito: "Um aliado como Kassab, não precisamos mais"; Serra chegou atrasado e avisou que viajará para a Europa


247 – Voou pena para todos os lados. Em encontro na quarta-feira 28, em São Paulo, os tucanos do PSDB paulista mostraram que unidade de pensamento sobre o momento pelo qual passa o partido não existe. Cada um dos líderes mais conhecidos da legenda tem sua própria avaliação sobre a crise partidária, consumada pela derrota do candidato a prefeito da capital José Serra e pelo declínio na popularidade do governador Geraldo Alckmin.
Um dos discursos mais enfáticos foi o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que deu um verdadeiro puxão de orelhas na militância do partido. "Precisamos voltar às ruas", disse ele. "Nossos militantes estão apáticos". Ele virou suas baterias, em seguida, sobre o PT e ex-presidente Lula, mas os tucanos estavam mesmo interessados em lavar a própria roupa suja.

O encontro com os 176 prefeitos eleitos pelo partido no Estado exaltou até mesmo o comedido governador Alckmin. Ele chegou até mesmo a falar palavrões. Adiantando que iria falar algumas "verdades" para os novatos do partido, Alckimin disse que "política é que nem mosca no mel: atrai tudo quanto é picareta, safado querendo vender coisa para o governo. E foi mais longe, referindo-se a uma notícia que assistiu na TV de um prefeito de uma cidade onde havia caído uma ponte e que dizia que iria pedir auxílio ao governador: "E eu pensando, porra, não é possível. É prefeito e não arruma uma ponte?! É muita acomodação".
O normalmente esquentadinho Barros de Munhoz, presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, cujo pelido é Berros Munhoz, chegou a ser engraçado: "Depois de 20 anos no poder, até a gente enjoa da gente. O poder desgasta a essência do partido". Se ele está dizendo isso agora, o que dirão os eleitores nas urnas em 2014?
E acrescentou, por mais espantoso que possa parecer, que o grande inimigo do partido é o Ministério Público: "Eles fazem perseguição política e não há quem os puna."
Pedro Tobias, presidente estadual do partido, preferiu bater no prefeito Gilberto Kassab: "Aliado como esse nós não queremos mais".

O ex-governador José Serra, que costuma se atrasar a todo e qualquer compromisso, não estava lá para defender o ex-aliado: chegou atrasado, depois do encerramento do evento. Avisou aos mais próximos que irá para a Europa nos próximos dias. A respeito de seu futuro político, mostrou que mal sabe o que vai acontecer. "Ainda não estou a fim de falar".

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

# O 13 ACIONA JUSTIÇA CONTRA O QUINZE #

Indícios de irregularidades motiva pedido de investigação

São quatro processos que a partir de agora 
estarão sendo movidos contra a coligação do Quinze 
atingindo Joaquim Nogueira Neto, 
Silon da Gama e o Governador Simão Jatene.

FONTE - FACEBOOK DO GASTON


Umas das irregularidades refere-se a um evento referente à assinatura de contratos do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Na ocasião foi realizado um evento no ginásio de esportes onde foi registrada a presença do prefeito Joaquim Nogueira Neto pouco antes do período eleitoral, todavia a participação do prefeito em cerimônias desta natureza é vetada pela legislação eleitoral, pois caracteriza uso da máquina pública com a intenção de captar votos. 

Um grupo de pessoas militantes e simpatizantes do PT e de Gaston compareceram em frente ao cartório eleitoral para manifestar apoio à ação.

LEIA MAIS DETALHES E FOTOS CLICANDO AQUI

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

# ROMBO NA PREVIDÊNCIA MUNICIPAL #

Prefeitura pede parcelamento de dívida 

A dívida da prefeitura com a previdência 
poderá se tornar uma bola de neve 
e ser o início da falência do 
instituto de previdência do município 

WALQUER CARNEIRO 

A prefeitura de Dom Eliseu, nos últimos nove meses, criou uma dívida de quase um milhão de reais com o IPSEMDE - Previdência Social dos Servidores Municipais de Dom Eliseu - , pois durante esse período o prefeito deixou de repassar a contribuição previdenciária dos servidores e da prefeitura. O montante referente à contribuição dos servidores (11%) o prefeito já repassou, mas montante referente à contribuição da prefeitura (11%) a prefeitura não honrou com o repasse. 

Pela lógica a prefeitura teria que depositar na sua totalidade o volume referente ao débito, mas não foi isso o que aconteceu com os valores referentes à contribuição de responsabilidade da administração, tanto que no dia 27 o prefeito enviou a câmara de vereadores o “Projeto de Lei nº 008/2012 - GP que dispõe sobre o parcelamento de débitos oriundos de contribuições previdenciárias / parte patronal, devidas a não repassadas ao Institutos de Previdência Social dos Servidores Municipais de Dom Eliseu – IPSEMDE- , e dá outras providências.” 

O artigo primeiro reza que após a aprovação o prefeito Joaquim fica autorizado a parcelar em até 60 meses os débitos referentes ao período de março a novembro de 2012, todavia o projeto não informa o montante total do valor do débito, informando apenas que os valores originais serão atualizados pelo índice INPC/IBGE acrescidos de juros legais de 6% ao ano acumulados desde a data de vencimentos até a data de assinatura do termo de acordo de parcelamento, e que as parcelas vencidas e as que irão vencer serão acrescidas de juros legais de 1% ao mês acumulados desde a data da assinatura do termo do acordo de parcelamento até o mês do efetivo pagamento. 

Quando a previdência municipal foi fundada (em 2010) um grupo de servidores públicos municipais se mobilizaram em protesto contra a criação da autarquia, e uma das justificativas foi justamente a incapacidade do município em gerenciar uma previdência social própria. E agora o temor daqueles que foram contra a criação do instituto começa e se tornar realidade. 

A menos de dois anos depois de instituída a previdência apresentou problemas, pois em 2011 foi necessário aprovar um projeto na câmara de vereadores refazendo o quociente de cálculo sobre a contribuição da prefeitura para que não ocorresse problemas quando no futuro o município tivesse que honrar com o pagamento das aposentadorias de todos os servidores contemporâneos à criação do instituto. Esse problema foi detectado pela equipe técnica do INSS que fiscaliza o funcionamento dos institutos de previdências municipais. Isso foi uma clara demonstração da falta de preparo do gestor em administrar algo complexo como a previdência social que é responsável por arrecadar contribuição dos servidores públicos que irá garantir pela aposentadoria desses servidores públicos no futuro, e, em tese, indefinidamente. 

Agora mais esse problema da dívida contraída com o IPSEMDE reforça que a prefeitura não tem capacidade de gerenciar a previdência municipal, pois o prefeito e sua equipe administrativa deixaram de repassar a contribuição previdenciária por um período de nove meses, sendo que a justificativa foi que houve diminuição nos repasses de recursos do Fundo de Participação dos Municípios que o governo federal envia para Dom Eliseu 

O Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Dom Eliseu (IPSEMDE) foi criado em 2010 para substituir o Regime Geral de Previdência (INSS), todavia a criação da previdência municipal não se deu por razões altruísticas, pensando em fazer algo de bom aos servidores públicos, mas sim para que o prefeito de Dom Eliseu pudesse resolver um problema causado pela inadimplência do município com INSS que no decorrer de mais de vinte anos gerou uma divida de milhões de reais, essa foi a única razão pela qual Joaquim criou o IPSEMDE, pois a inadimplência impedia o município de firmar convênios com o governo federal para a realização de obras. 

O governo municipal pôs a culpa no governo federal pela dívida contraída junto ao IPESMDE, pois de acordo com o texto da mensagem do projeto o município deixou de repassar os valores referente a contribuição previdenciária da prefeitura por causa de uma queda “acentuada”, no repasse do FPM - Fundo de Participação do Municípios-, entre março a novembro de 2012. Entretanto a diminuição do repasse acontece todos os anos, e assim o prefeito deveria ter se precavido fazendo um caixa com recurso provenientes da arrecadação dos impostos municipais que hoje gira em torno de 250 mil reais por mês. O valor que o governo municipal deixou de repassar é estimado em 25 mil reais por mês, e esse valor poderia muito bem ter sido tirado dos cofres municipais, o que seria mais correto do que ficar dependente de dinheiro do governo federal. 

O mais preocupante é em relação aos valores referentes à contribuição dos servidores públicos do município (11% de cada funcionário) que são descontados no contracheque, mas que também não foram repassados para o instituto, e se não foram repassados a questão é saber o que foi feito destes valores, que ao contrário da contribuição da prefeitura não depende de repasse do FPM. 

O Projeto 008/2012 está tramitando na câmara de vereadores em regime de urgência urgentíssima, e será votado na próxima sessão ordinária, dia 4 de dezembro, terça-feira a partir das 19:30.