quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

# O MEU PESADELO #

Uma escolha para ir na direção da luz

Confusão e conflito promovem
a desintegração causada
pelos atritos em delimitar
fronteiras de si entre outros


WALQUER CARNEIRO 


Nesta noite em meu pesadelo usual um cara apareceu, terno, gravata e uma maleta na mão. Olhou para mim e disse: - Meu camarada, eu te acompanho pelas redes sociais.-  Sentou ao meu lado enquanto uma nuvem negra cobria a linda paisagem de cores, flores e sons pinkfloydianos do meu sonho. O cara enfiou a mão no bolso do paletó e retirou um maço de cigarros do mais caro, acendeu a me ofereceu um; recusei e disse: -Disso eu não preciso mais, já me libertei dessas materialidades inúteis.- O cara sugou longamente o cigarro e soltou uma baforada e me disse: -Garoto, você tem futuro, você vai longe, mas suas ideias são perigosas demais para o projeto dos aristocratas, eu posso te dar uma vida boa apenas para vc ficar calado.- Nisso em meio as nuvens negras iniciou-se uma trovoada com relâmpagos e uma densa e  angustiante chuva começou a desabar; o cara abriu um grande guarda chuva e disse: -Venha abrigue-se aqui comigo, essa chuva é ácida e vai te corroer.-  Na chuva eu olhei para mim mesmo e me vi íntegro, fiz um sinal com a cabeça mostrando que não aceitava a proposta e me fui enquanto as negras nuvens se abriam, um glorioso sol refulgia, as cores, as flores e o som vibrantemente melodioso se sobrepunha aos grunhidos do engravatado que se dissolvia numa nevoa negra consumido pela luz.

domingo, 16 de outubro de 2016

OS CRIMES QUE O PT COMETEU

O PT  e os petistas em meio a um mar de corrupção generalizada 

Uma entrevista com o jornalista 
Leonardo Attuch que revela de 
forma didática e sintética  a 
atuação do governo do PT num 
sistema secular de corrupção

YOUTUBE




sábado, 17 de setembro de 2016

DESTRUIR A IMAGEM DE LULA É MATAR O SOCIALISMO

Um power point para matar Lula

A direita aristocrática brasileira
não suporta o fato de Lula,
sendo plebeu, ter governado com êxito
o Brasil e não ter se locupletado

WALQUER CARNEIRO


Nos últimos dias toda a velha mídia brasileira que forma o PIG-Partido da Imprensa Golpista, vem repercutindo uma da mais infames e desqualificadas factoides criada para tentar acabar com a imagem de Lula. E o pior de Tudo é que essa factoide foi criada por uma instituição que de deveria zelar pela impessoalidade na hora em que fossem tornar públicas as suas ações, mas vemos que o Ministério Público Federal e seus procuradores resolveram não mais esconder as suas preferências politicas quando elegem apenas um partido e as lideranças desse partido como sendo o responsável pela criação da rede de corrupção brasileira,  e obsequiosamente exclui os verdadeiros criadores, mantenedores e usuários centenários dessa rede de corrupção que invade todos os órgãos estatais, setores da iniciativa privada e contamina o cidadão comum em todas as escalas sociais. Não é um  governo que é corrupto, é o sistema como um todo que é corrupto.

O Ministério Público Federal no âmbito da Operação Lava Jato não atua para combater a corrupção,  e a coletiva de imprensa do promotor Dellagnol mostrou que o objetivo do MP na Lava Jato é alimentar o ódio fascista contra Lula, o PT e seus militantes,  enquanto isso  escondem as mazelas dos demais partidos  e  dos corruptos de suas preferências. O PT sempre lutou contra a corrupção,  mas nunca personalizou a sua luta e sim sempre deixou claro que a luta era contra o sistema geral tomado pela corrupção.  Essa é a diferença entre um Petista e um Fascista da iguala de Moro e os promotores que o circundam, e  que com suas factoides alimentam diariamente  a indignação dos fascista anti petista brasil a fora.

A luta de Moro e seus promotores   não é contra a corrupção, mas sim contra o fato de que em eleições livres e democráticas os  candidatos de suas preferências  jamais serão vitoriosos novamente. O promotor Dellagnoll com certeza não é um manipulado pelo PIG-Partido da Imprensa Golpista, ele  é aquele que,  junto com Sérgio Moro,  escreve o roteiro da Lava Jato  sabe perfeitamente que o que está em curso é um golpe e a tentativa de destruição da maior e mais reconhecida liderança politica que esse país teve nos últimos 200 anos, Lula.

Na verdade o espetáculo de Dallgnoll foi uma peça direcionada apenas aos  idiotas que  acreditam numa acusação onde as únicas provas são imagens de power point e a convicção dos acusadores.


Logo após o promotor Dellagnoll promover o espetáculo como power point o ex presidente tucano FHC apareceu na velha mídia se pronunciando sobre o assunto e se pondo, de forma disfarçada, como solução do “problema”, insinuando que poder assumir a presidência de forma indireta acusando ilegítimo Temer de ser incapaz de se assumir como líder politico do país. FHC, tucano que é,  sempre teve a convicção que ele e seu partidinho são incapazes de ganhar uma eleição de Lula e do PT no voto livre e democrático e por isso mesmo juntaram-se com o PIG-Partido da Imprensa Golpista e partiram para o tudo ou nada do golpe paraguaio que permitiu a possibilidade da traição do vice Temer e sua chegada por vias escusas à presidência.

No seu pronunciamento FHC listou três partidos como os responsáveis pela corrupção no Brasil, mas de forma covarde ele excluiu seu próprio partido, o PSDB e pôs o PMDB como o menos importante na escala dos corruptos. Fernando Henrique Cardoso é um dos mais perfeitos canalhas que essa nação já pariu. Como é que pode ele fazer uma lista de partidos corruptos não incluir o PSDB e ainda levar o PMDB para última posição? Nem mesmo os mais fanáticos dos anti petistas  acredita nisso.
Na verdade FHC quer aproveitar a confusão que ajudou a criar para ser presidente sem precisar passar pelo crivo do voto popular.  Se a intenção de FgagaC não fosse ser presidente por via indireta ele não teria excluído o PSDB da lista de partidos corruptos.
Para o desespero dos anti petê  Lula não será preso e o PSDB perderá mais de 80% das prefeituras e vagas nas câmaras de vereadores. O PT prosseguirá crescendo até 2018 e Lula será presidente mais uma vez, pois ele está bem vivo e atuante, se assim não fosse o PIG-Partido da Imprensa Golpista não estaria, dia a noite tentando matá-lo.

sábado, 16 de julho de 2016

UM GOLPE NA TURQUIA E OUTRO NO BRASIL

A truculência de quem não tem votos redunda em golpe

Aqui e acolá sempre existirá gente que compõem
grupos incapazes de conviver com
a democracia e com o direito,
aqui um povo inculto e lá um povo consciente

WALQUER CARNEIRO 


Hoje no Brasil estamos vendo um golpe de estado em curso pelo único motivo da oposição perdedora na eleição não ter se conformado com a derrota. Na Turquia a tentativa de golpe não deu certo.

A Turquia  é um país oriental da região do Oriente médio com civilização milenar,  com um povo que preza a liberdade, e por isso mesmo esse povo turco foi às ruas para barrar um golpe militar que pretendia tirar do poder um governo legitimamente eleito. O presidente da Turquia declarou que o seu país não é semelhante e nenhum país da América Latina aonde se depõe um governo do dia pra noite.  

No Brasil o povo, uma cultura incivilizada e ainda em formação, acompanha apático o golpe de estado em curso contra Dilma  sem emitir nenhuma reação levando em conta que a presidente afastada, levou mais de 53 milhões de votos e a justificativa para o golpe de estado contra ela caiu totalmente por terra durante as oitivas da Comissão do Golpe no senado, e agora, por último o Ministério Público pediu o arquivamento do processo golpista pelo fato  das acusações não se sustentarem.

Se fossemos, o Brasil,  uma civilização milenar com certeza o golpe contra Dilma não teria passado da intenção dos golpista, mas como somos um povo e uma nação ainda em formação,  aonde mais de 60% das pessoas são analfabetos funcionais,  essa população, assim,  não tem a mínima noção de que um grupo de politico com o apoio de mídia corporativista sem votos e uma elite  aristocrática também sem votos, quer arrancar a força uma presidente eleita democraticamente que não cometeu crime algum. 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

O SER HUMANO E OS ESQUEMAS

Jeitinho brasileiro armando esquemas desde os tempos de Cabral

A corrupção está muito mais
próxima de nós de que pode
perceber a nossa vã e inútil
filosofia de levar vantagem 

WALQUER CARNEIRO 


Esse recente episódio do esquema ilegal de madeiras em Dom Eliseu me levou a um reflexão necessária. Vamos aos fatos de forma objetiva. O Ministério Público Federal de Paragominas desencadeou uma ação de investigação sobre as denúncias de funcionamento de um esquema ilegal de extração, beneficiamento e transporte ilegal de madeiras com o envolvimento de uma grupo de pessoas locais na sustentação do tal esquema de acordo com matéria noticiada nos  meios de comunicação de  rede nacional e nas redes sociais, a saber no site do MPF Sessão Pará como você poderá acessar no link a seguir: http://www.mpf.mp.br/pa/sala-de-imprensa/noticias-pa/operacao-desarticula-organizacao-criminosa-de-transporte-ilegal-de-madeira

Quero chamar a atenção para dois pontos que devem ser considerado com esse episódio:
1-As pessoas envolvidas são tanto do setor privado como servidores públicos municipais, estaduais e federais, foram investigados e as informações os puseram sob suspeitas como indícios que o MPF terá que comprovar serem delitos;
2-A corrupção que vemos apresentada nos altos escalões, e noticiada nas grandes mídias todos os dias pode estar  acontecendo  no nosso quintal de forma real.

Isso deveria fazer com que nós meditássemos sobre essa questão pungente  e que é profundamente prejudicial a nossa sociedade como um todo. 

segunda-feira, 11 de julho de 2016

# E SE O FACEBOOK TORNAR-SE UM BEM COMUM? #

O Facebook é uma bem público e todos temos direito

Toda a produção de áudio e visual 
apresentadas no Facebook
é feita pelo usuário que alimenta
e atualiza a página gratuitamente
OUTRAS PALAVRAS

quinta-feira, 9 de junho de 2016

# UM GOLPE DE FALSOS MORALISTAS #

O silêncio da direita contra Cunha comprova o falso moralismo 

Calam-se contra Cunha  por ser ele
Carrasco a serviço da oposição e
quem diz que  não tem bandido de estimação
admira o Cunha no anonimato 

WALQUER CARNEIRO 


Eu não vejo é os antiDilma e antiPT, com seus Trouxinhas amestrados,  berrando aqui contra o Cunha e sua trupe. Os Trouxinhas também dissimulam em relação ao fato de que o PT se negou dar três votos para livrar Cunha da comissão de ética, e por isso pôs o processo de impeachment para votação na câmara. Os Coxinhas nunca, em momento algum, berrou contra o Cunha, esse que é responsável por administrar toda a rede de corrupção no congresso nacional, e a evidência são  os 5 milhões de dólares em contas secretas na Suíça. O Trouxinhas querem ser levados a sério dizendo que não tem bandidos de estimação. Os trouxinhas tem sim; são pessoas  como o Cunha que os trouxinha estimam, e a prova é que nesses últimos dez dias não vi sequer um pio dos Trouxinhas contra gente da espécie de Cunha.

Pelo profundo silêncio dos antiDilma e antiPT há de se acreditar que Cunha seja inocente, enquanto isso acompanhando  o  que está acontecendo no conselho de ética da câmara federal vemos  uma verdadeira guerra política de vale tudo aonde Cunha conta com mais de 180 deputados que o apoiam,  e ele usa isso para manobrar o regimento como forma de protelar a sua condenação que é certa, e isso tem forte influência na economia e na vida cotidiana das pessoas.

De certa forma a ação desencadeada por Cunha está desestabilizando o estado democrático de direito, e é isso que os demotucanos estão querendo que aconteça, pois assim poderá facilitar o retorno da direita ao poder frente a possibilidade de Lula ser candidato.

Assistindo a sessão da comissão do impeachment no senado constatamos de forma clara o golpe e ao mesmo tempo que se  desnuda todas as supostas justificativas para o impeachment.

Será vergonho para o Brasil que único governo na história da nação que permitiu o pleno funcionamento das instituições no combate a corrupção esteja sofrendo um golpe justamente por combater a corrupção. Com negação da pericia nas contas da Dilma, ao depoimento do Otávio Ladeira dissipa-se toda obscuridade que poderia haver por detrás do golpe. Em suma: não houve pedaladas fiscais.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

# O PECADO E O PERFUME #

O poder da essência da  palavra na mente do ser humano

Um perfume famoso esconde
o significado mais profundo das
consequências da quebra
das regras morais e espirituais 

WALQUER CARNEIRO


Toda palavra emite um conceito completo que é formado em nossa mente quando decodificamos os fonemas em suas silabas.

Conhecer o significado de uma palavra é muito importante,  porque uma palavra não existe em vão. A palavra pecado, por exemplo, a primeira vista ela ilustra praticas que vão contras as regras e convenções religiosas.  Na sua raiz do latim a palavra pecar significa cometer uma falta, ou tropeçar; na sua raiz hebraica significa errar a marca do alvo.  

Sendo assim não podemos confiar plenamente numa palavra  à primeira vista, pois  no interior das palavras existem armadilhas.

Veja, por exemplo, esse outro significado para  a Pecado,  essa de raiz hebraica , é Avon, (עָוֹן – perversão), geralmente traduzido como ‘vaidade’ outras vezes ‘iniquidade’ em nossas Bíblias.

Digo isso por que cresci vendo as mulheres ao meu derredor folheando as revistinhas da Avon; de olhos brilhando anotando quais e quais produtos de perversão iriam levar para dentro de seus lares, e hoje quando se pronuncia Avon essa palavra praticamente é sinônimo de perfume e cosméticos, sendo que perfume é um produto criado justamente com o propósito de provocar e enganar de forma, de forma pervertida, os sentidos das pessoas ao redor;  o equivalente a perfume em latim é  per fumum,  cujo significado em latim é “por entre a fumaça”, e assim  o termo passou a ser usado pelos humanos primitivo que queimavam ervas aromáticas com o propósito de agradar à divindade por terem cometido alguma ação que eles acreditavam ter desagradado a divindade em questão.

Sendo assim podemos entender que pecado e perfume são duas palavras que se entrelaçam no inconsciente humano,  bem lá no interior de seus significados quando colocados no contexto da epopeia humana na relação com a divindade através das eras. Pecado e perfume são duas palavras  que em seus devidos significados passam  mensagens sensoriais que atuam como chaves mentais  que ligam  receptores  levando a meditar nos propósitos ou nas consequências   mais profunda das palavras.

Nos casos em questão pecado aponta para a consequência da  transgressão e perfume aponta para a ação de um engodo com a finalidade de anular o pecado; e vejam só como são as coisas, além de atrair a atenção do outro com uma tapeação usa-se  o perfume,  também,  com o escopo de disfarçar  odores indesejáveis  para que se possa atingir um determinado objetivo ou alvo.

Em resumo o perfume é um engodo na intenção de anular o pecado; sendo que essas palavras não  estão no vernáculo à toa, assim como todas as demais palavras que a raça humana usa diariamente. Todas tem um significado com um propósito definido que influenciam diretamente os indivíduos nas práticas de suas ações; e bem sabia disso o ministro da propaganda de Hitler,  e sabem  os cabeças redatores das empresas de propaganda e telecomunicação.  

terça-feira, 24 de maio de 2016

# O NOSSO CAFÉ DE TODO DIA #

Dia 24 de maio, homenagem ao nosso tradicional café

O café é uma das bebidas
não alcoólicas mais
tradicionais e consumidas
pelos brasileiro 

COM INFORMAÇÕES DA INTERNET


A história do café começou no século IX. O café é originário das terras altas da Etiópia (possivelmente com culturas no Sudão e Quênia), na África.  Uma lenda conta que um pastor chamado Kaldi observou que suas cabras ficavam mais espertas ao comer as folhas e frutos do cafeeiro. Ele experimentou os frutos e sentiu maior vivacidade. Um monge da região, informado sobre o fato, começou a utilizar uma infusão de frutos para resistir ao sono enquanto orava. No Brasil o café foi introduzido com mudas plantadas no estado do Pará, uma cidade pequena proximo a Belém. Das primeiras plantações na Região Norte, as mudas foram usadas para plantios no Maranhão e na Bahia, na Região Nordeste.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

# GOLPISTAS E O DEBOCHE MUNDIAL #

Sem votos a aristocracia burguesa culmina o golpe politico 

A total falta de respeito
aos direitos e garantias
democráticas é a mistura
que dá tonalidade ao golpe

WALQUER CARNEIRO 


É inacreditável como uma nação inteira se pôs como massa abestalhada diante da armação da elite burguesa e da aristocracia econômica midiática, enquanto lideranças politicas, juristas, jornalistas e nações assistem sem entender como um grupo de pessoas de caráter duvidoso trama para dar um golpe de estado numa presidente que não cometeu crime algum.

Um golpe que há mais de dez anos vem sendo arquitetado por um grupo de cem pessoas ligados ao que há de mais desprezível na composição sociológica brasileira.  Os golpistas são coordenados por duas entidades que representam a alta burguesia mundial, a  Maçonaria que representa poder econômico e empresarial e a Opus Dei que representa a religião organizada dentro do estado,  entidades orquestradoras desse ataque covarde, e que comanda uma legião de ignorantes a partir do condicionamento de massa através da mídia.

O maior desespero dos  golpistas é que eles  não tem votos para ganhar uma eleição  do grupo  socialista democrático, popular e progressista do PT, Lula e Dilma que nesses 13 anos levou o Brasil a ser respeitado por líderes de todas as nações do planeta terra, pois o governo do PT fez a maior revolução socioeconômica de todos os tempos no Brasil e no mundo em  apenas um pouco mais de uma década.

Em apenas 20 meses os golpistas e suas sociedades secretas   tiveram o condão de  desfazer tudo o que foi feito em termos de respeitabilidade internacional  na última década, e numa sessão da câmara dos deputados os golpista conseguiram envergonhar o mundo. Os golpistas conseguiram que todas as nações do mundo vissem o  grau de deboche e de interesses  corporativista que emana por esse grupo que em suas atividades ocultas são os verdadeiros beneficiários da rede de corrupção no Brasil, e que vendo esse governo garantir todas as condições para desmontar essa rede de corrupção secular resolveram fomentar  uma conspiração jurídico midiática para tomar a força o poder democraticamente conquistado pelo PT e Dilma.

Os principais meios de comunicação do planeta, e entidades de jornalistas e juristas se debruçaram sobre a constituição brasileira e do arcabouço jurídico nacional observando o foco as acusação contra Dilma procurando encontrar indício do crime aos quais os adversários de Dilma a acusam, mas chegaram a conclusão de que não há crime, não houve prejuízo para a nação as manobras orçamentárias promovidas pela presidente. 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

# A LEI E O ARREPIO DA LEI #

O cidadão, o fio tênue de lei e a instabilidade em tempo de Moro

Quando as regras frágeis da lei é rompida
o chão da segurança do direito
é retirado dos pés do cidadão comum  
esvanece então  a esperança 

WALQUER CARNEIRO 


Numa ação nebulosa a justiça em parceria com o ministério público de Dom Eliseu conduziu sob vara  o  advogado Adriano à prisão, e esse    fato local  me leva a traçar um paralelo com as ações de arbitrariedades do juiz federal  Sérgio Moro, do Paraná,  com visíveis atropelos das regras jurídicas e viés claramente politico partidário na Operação Lava Jato que  criou jurisprudência permitindo que a justiça local resolvesse ousar.

O  exemplo da prisão arbitrária  do Advogado Adriano Magalhães em Dom Eliseu promovida pelo juiz local através de uma ação do ministério público do município, a meu ver, é o desdobramento do destempero de Moro a nível municipal.  O advogado não apresenta nenhum perigo à sociedade, não há nenhum processo contra ele na justiça e sequer o Advogado praticou algum tipo de crime que justificasse a prisão preventiva de forma coercitiva.

Me preocupa uma situação dessa natureza, pois o que ficou evidente na prisão de Adriano foi o odor de uma ação que objetiva única e exclusivamente atingir a imagem do Advogado às véspera do período eleitoral, já que Adriano  tem uma atuação politica forte em Dom Eliseu, além de que a ação do judiciário e ministério público leva também a suspeição de corporativismo, pois o Advogado Adriano é participante de um processo que envolve  antigo juiz que atuou em Dom Eliseu e hoje está afastado de suas funções.

O meu temor não é apenas por causa do advogado Adriano, pois ele tem como retaguarda a poderosa Ordem dos Advogados do Brasil, mas meu   receio é com as pessoas mais simples que atuam  de forma politica partidária e que diante de certas circunstâncias  resolvam tecer criticas ao judiciário e ao MP do município, esse último onde paira a suspeição de atuar de forma alinhada ao grupo politico que governa o município atualmente.

Um exemplo do que digo aconteceu em 2012 quando o MP de Dom Eliseu, resolveu denunciar um militante do grupo politico adversário ao grupo que governa o município pelo simples fato desse militante, conhecido como Português, ter tido a ousadia de falar em um megafone em uma situação em que que estava presente membros da promotoria pública de Dom Eliseu.
Diante dessa situação, eu, que escrevo essas linhas, no uso do meu direito à liberdade de expressão,  corro o risco de sofrer retaliações ao expor de forma verdadeira o que penso sobre essa prisão do Advogado Adriano Magalhães. 

domingo, 6 de março de 2016

# CONHECER HISTÓRIA REVELA ATUALIDADE #

Precisamos conhecer a história para não sermos enganados

Enganam-se, também, os enganadores
ao enganar os enganáveis e todos que 

acreditam que o combate a corrupção 
 é o alvo das elites donas da imprensa.

PAULO CARNEIRO


Estão redondamente enganados os enganadores, pertencentes às classes dominadoras ao imaginarem que podem destruir o PT. Como já aconteceu no passado, com o PCdoB, que ficou proscrito, durante dezenas de anos, mas seus ideais continuaram vivos e sobreviveram aos seus algozes, vendo o fim de cada um deles.

Enganam-se essa “elite” proprietária da grande imprensa, ao acreditar que destruindo a imagem de Dilma Rousseff, apeando-a do poder, mesmo que prendendo Lula e destruindo a sua boa imagem, também, que conseguirão abafar o grito de liberdade, dos trabalhadores brasileiros.

Enganam-se os abduzidos pela mídia, que honestamente acreditam estar lutando pelo fim da corrupção no Brasil. Se fossem mais afinados com a história, principalmente com a história brasileira, saberiam que essa armadilha da caça aos corruptos, já foi utilizada por várias vezes nos últimos 70 anos. A caça aos corruptos, foi utilizada para derrubar Getúlio Vargas, em 1946. Novamente, em 1954, a corrupção, foi utilizada para levar Getúlio ao ato extremo de retirar a própria vida. Com essa ação, Getúlio garantiu que o petróleo brasileiro continuasse nosso. Em 1965, até 1962, o terrorismo da imprensa, utilizando a corrupção como bicho papão, perseguiu o governo de Juscelino Kubitschek , mas, foi vencido e Juscelino terminou o seu mandato. Em 1964, novamente a corrupção, voltou a aterrorizar a população, propagada pela imprensa, até o momento em que se instalou no Brasil, a mais terrível ditadura jamais vista em solo brasileiro, vivemos uma noite de 21 anos de trevas com supressão das liberdades.

Enganam-se todos que acreditam que o combate a corrupção, é o alvo das elites donas da imprensa, que alardeia denúncias do lado da esquerda e se cala, ou ameniza as denúncias quando o denunciado é membro da direita e portanto, da classe dominadora.

Enganam-se aqueles que acreditam que nos governos da direita, governos das elites, a imprensa que a eles pertencem, irá denunciar a corrupção, pois será esta parte do problema, como sempre foi.

Enganam-se todos, de Ministros do supremo, passando pelos juízes que se consideram deuses, os coxinhas e também os não coxinhas, se acreditam que qualquer ação contra a democracia brasileira irá acabar com a luta da sociedade por um país mais justo.

O que estamos assistindo, nesse momento é, tão somente, um salto da sociedade brasileira rumo a formação de uma verdadeira nação. O desespero das elites expos suas fraquezas, mostrando de forma clara que esta está disposta a tocar fogo no país, antes de aceitar a derrota. O que estamos assistindo, nesse momento, é uma classe média e alguns trabalhadores que ascenderam de posição social, enganados, se julgando já pertencerem a elite dominadora. (Oh, coitados!).

Estão todos enganados, porquanto não importa o resultado desta batalha que se está travando agora. Não importa que derrubem Dilma, que acabem com Lula. Como já aconteceu antes, novos líderes surgirão e a luta da sociedade permanecerá, pois não é uma luta para colocar ou manter no poder uma pessoa perfeita, pois sabe-se que não existe, é a eterna luta da sociedade pela liberdade de viver com dignidade.

Nada menos do que isso!!!

sábado, 5 de março de 2016

# UMA LUTA DE CLASSES EM ANDAMENTO #

A elite aristocrática raivosa tenta evitar as transformações sociais que inclua o povo

É uma luta que o povo
vem perdendo desde os tempos
da colonização com a elite
aristocrática vendendo o Brasil



WALQUER CARNEIRO 



Éramos pior há 40, 60 anos passados tudo era mais fechado, o povo era completamente ignorado como papel protagonista. Hoje, bem ou mal, o povo está buscando a conquista do seu protagonismo. Nesse 13 anos os trabalhadores puderam entender a sua  importância, e as classes aristocráticas percebem que os tempos estão mudando. 

Evidente que concordo que a situação social, politico e econômico tem que avançar nas transformações edificantes. Todavia as classes da elite aristocrática não estão disposto a ceder aos trabalhadores direito que essa aristocracia acredita ser direito exclusivo seu. Neste momento vivemos um momento de distensão nessa disputa pelo protagonismo social, e isso provoca um atrito que leva a elite aristocrática a utilizar a superestrutura,  que está sob o comando da elite, para desestabilizar o sistema em favor da aristocracia. 

Por exemplo, todo o judiciário está sob o controle da elite aristocrática, bem como todo o sistema de mídia, juntos atuando noite e dia para anular as ações das forças progressista e democrática e aniquilar partidos socialistas e suas lideranças. Essa elite aristocrática nunca prezou o Brasil, pois desde a colonização todos os governos aristocráticos composto por 1000 famílias vem vendendo o Brasil e roubando os trabalhadores sem dó e nem piedade. Em resumo; é a eterna luta das classes sociais, que agora num estado máximo de tenção está chegando a uma situação de rompimento. 

Nesse contexto todos temos que tomar partido de um lado ou de outro, é a correlação de forças. Nesse momento o embate está se dando na esfera do judiciário aonde os juiz recebem a influência e a pressão da mídia, mas as forças progressistas composto por movimentos sociais e sindicatos estão se preparando para mobilizações em todos os municípios do Brasil; e a luta continua. Isso não é um pesadelo, é a vida real.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

# A MISTURA NO LICOR DO JÚBILO #

Alegria de todo dia é construída com tijolos de esperança

No decorrer da existência
muda-se as influências
que fazem causar
os momentos de felicidade

WALQUER CARNEIRO 


Alegria é um  estado de espírito, e esse estado de espírito é provocado por fatores externos como a situação politica e condição do transito ou fatores climáticos, além de que as   influências de ações de pessoas ao nosso redor também contribuem para o estado ou não de alegria. A alegria provoca no ser humano uma condição semelhante  à sensação causada pelo efeito de substância como o canabinol, por exemplo.

Como tudo na vida o estado de alegria tem que ser conquistado, e uma das chaves para se manter o estado de alegria é nos desfazermos das ansiedades decorrentes de nossas vontades exacerbadas. O estado de alegria não é abrir mão das responsabilidades, mas sim, cumprir com êxitos as nossas atividades diárias;  e ter a sensação do dever cumprido contribui para a construção de uma condição aonde a cada dia cedemos menos espaço à tristeza.

Quando jovem o que me mantinha alegre era sair a andar de bicicleta pela cidade e descobrir lugares novos pelas periferias,  ler um livro, escutar música e logo namorar; depois mais maduro me alegrava estar em casa com minha companheira e meu primeiro filho, mas sempre a tristeza campeava ao derredor, e depois com a chegada de mais filhos o espaço da alegria genuína foi escasseando mas sem nunca se extinguir.

Quando criança eu escutava uma velha canção que   afirmava que a felicidade não existe, o que existe são momentos felizes; mas o que a velha canção esqueceu de dizer é que devemos usar esses momentos felizes como tijolos emocionais para erguer uma resistente parede impedindo que turbilhões de tristeza invada nosso espírito, nossa alma, nossa mente e a nossa tenda existencial.

Hoje, depois de mais de meio século de eu ser Eu  a alegria ainda permeia minha existência, mas o vislumbre do crepúsculo da luz da minha energia vital contamina um pouco o licor do meu contentamento, mas não enfraquece as bases do meu júbilo. 


segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

# O FASCISMO NADA FASCINANTE #

O Fascismo, um sistema brutal contra
o direito de organização social

A luta de classes levou ao aparecimento
do sistema político fascista baseado
na truculência e totalitarismo contra
o estado democrático de direito

INFORMAÇÕES DA INTERNET
EDIÇÃO WALQUER CARNEIRO


O Fascismo é  movimento político e filosófico ou regime (como o estabelecido por Benito Mussolini na Itália, em 1922), que faz prevalecer os conceitos de nação e raça sobre os valores individuais e que é representado por um governo autocrático, centralizado na figura de um ditador.

O fascismo foi apresentado como partido político em 1921. Desde essa altura, a palavra "fascista" é usada para mencionar uma doutrina política com tendências autoritárias, anticomunistas e antiparlamentares, que defende a exclusiva autossuficiência do Estado e suas razões, que são superiores ao direito e à moral, fazendo uso recorrente a forças social-revolucionárias.

Quando o fascismo se estabelece no poder, aceita a presença do grande capital e se impõe de forma disciplinadora, impedindo que as organizações operárias defendam a luta de classes (sindicatos, partidos políticos).
O fascismo é caracterizado por uma reação contra o movimento democrático que surgiu graças à Revolução Francesa, assim como pela furiosa oposição às concepções liberais e socialistas.

O sistema  fascista teve a sua origem na situação de crise gerada após a I Guerra Mundial e no crescimento absorvente do movimento comunista que reunia operários ligados a associações e sindicatos, cuja organização punha em risco o poder capitalista estabelecido; nesse contexto a classe média desenvolve o comportamento fascista defendido por Benito Mussoline na Itália no início do século XX. O fascismo é um movimento político de reação violenta da classe média ao perceber  seu  espaço tomado pelos trabalhadores organizados,  criando  então  um movimento de resistência que tem o apoio da elite aristocrática.

Em 1945, com a queda dos principais estados fascistas e com a divulgação das atrocidades cometidas pelo sistema, o movimento fascista perdeu possibilidades de grandes mobilizações. Apesar disso, alguns grupos minoritários se mantiveram nos antigos estados fascistas (neofascismo).

sábado, 16 de janeiro de 2016

# VERDADE QUE DÓI NUMA FÁBULA SEM NOMES #

Os mesmos  beneficiados pelo governo do PT são os que o chamam de ladrão

Primeiro ele era inculto, iletrado
culpando a sua condição de miséria
que não lhe deixava tempo para
nada além da sobrevivência

POR RUBEM GONZALEZ


O PT no final das contas acabou vitima do seu projeto de inclusão, acabou acendendo a chama de um monstro bem brasileiro que é o cidadão que sempre foi ignorante, inculto, boçal,  mas que quando melhora de vida se acha mais inteligente, capaz e dono da verdade.

É esse imbecil que vive pelas ruas, pelos bares, pelas cidades garganteando palavras desconexas de ordem, bradando uma honestidade que nem ele nem seus antepassados ou sucessores jamais possuíram tentando destruir e aniquilar a galinha dos ovos de ouro que sustenta a sua arrogância.

Primeiro ele era inculto, iletrado, imbecil e boçal e colocava a culpa na sua condição social precária, na miséria sempre presente e na ameaçadora fome que sempre rondou seu ninho e segundo o próprio não lhe deixava tempo para nada além da sobrevivência.

O dia que finalmente ele conseguiu se livrar desse circulo vicioso fome-miséria-pobreza descobriu-se que era inculto, boçal, iletrado e imbecil não por sua condição econômica, ele era tudo isso por uma questão atávica.

Tanto assim que quando entrou para a classe média terceirizou seu intelecto, hoje para demonstrar uma cultura que nunca possuiu jacta-se de ler a Veja, A Folha, O Globo, Assiste a Grobo nius e cita meia dúzia de imbecis iguais a ele que se intitulam comentaristas desses espaços reacionários.

Mal sabe esse pobre coitado que ele é o convidado indesejado da festa, que todos lhe dão tapinhas nas costas e aguentam o seu odor apenas porque nesse momento crucial para os que querem reaver a qualquer custo o poder ele faz a diferença.

Mas como já cansei de repetir, a direita brasileira tão bem representada pelos tucanos governa para apenas 5% da população e o nosso "herói" da resistência que chama esse governo de corrupto, o Lula e a Dilma de ladrões não está no plano dessa turma.

Assim sendo será o primeiro esterco descartado da casa grande para voltar ao sue lugar de origem, a senzala mista que era o Brasil antes desse governo "corrupto" e bandido do PT, portanto daqui há alguns anos quando você for puxado pelo ombro por um cidadão alquebrado , destruído , na miséria e reclamando da vida miserável que está levando não fique com pena, esse cidadão é exatamente esse aí de cima.

domingo, 10 de janeiro de 2016

# A LIBERDADE AO PONTO DE AFAGAR A ALMA #

Ser humano é um ser desejante que enseja a liberdade

A liberdade como meta
enclausura o objetivo
na gaiola do querer
que é emanante da alma 

WALQUER CARNEIRO


Até que ponto o ser humano,  enquanto individuo,  pode se considerar verdadeiramente livre dentro do espaço vital e temporal que lhe foi designado nessa passagem pelo planeta terra? Como dividir esse exercício de ser livre com mais 8 bilhões de pessoas no planeta, 200 milhões no Brasil, 8 milhões no estado do Pará e 60 mil pessoas em Dom Eliseu?  
Desejar a liberdade é um instinto básico dos seres vivos, nem mesmo um vegetal se sente bem tendo algo que o limita em si, e assim, mesmo não tendo consciência aparente, o vegetal busca uma forma de se libertar.

Somos um corpo biológico sustentado por uma energia primal que emana de algum lugar obscuro, esse corpo biológico é tangido por vontades que é produzida pela memória aonde está o centro captador e irradiador da energia primal que é metabolizada pelo espírito que é aprisionado ao corpo no momento da concepção; então essa liberdade ansiada pelo eu biológico entra em contradição com a alma que é de onde flui o pensamento que gera a vontade.

Estar aprisionado, verdadeiramente,  não produz  uma sensação agradável; e nem sempre estar aprisionado quer dizer necessariamente estar dentro de um cubículo, ou amarrado a uma corrente. A liberdade é um conceito muito mais amplo do que se imagina apenas de passagem; pois vamos a um exemplo da modernidade: O apego excessivo das pessoas às tecnologias de audiovisuais das redes sociais. Vejam só como o conceito de liberdade é traiçoeiro, pois esses ferramentas apareceram com o propósito de libertar o indivíduo dando a ele acesso rápido e fácil à comunicação,  ao mesmo tempo que leva o sujeito ao apego desmesurado do recurso para a satisfação de sua vontade. De modo que para ser livre temos que nos pôr como escravos de nossas vontades que são as tentativas da alma em se libertar do invólucro humano.

Na busca  de nossa liberdade nos tornamos seres desejantes, e esse querer em um determinado  momento estará em conflito com o  querer do outro, desse modo além do individuo ser escravo de seus próprios desejos também é tolhido,  em parte,  pela vontade do outro. Primeiro você quer e depois passa a agir  de acordo com o interesse primal, e só depois você vai perceber o outro. Assim  a vontade escraviza a prática pura da liberdade. A liberdade é ser escravo de nossas vontades. Pois liberdade não é ser, liberdade é agir, esse agir está subordinada ao querer de cada um dos seres viventes desse planeta.

A busca pela liberdade leva o ser humano a querer, então, dessa forma,  quando 8 bilhões de pessoas vivem em seus determinados espaços geográficos, temporais e vitais querendo e buscando liberdade gera-se  a necessidade de administrar essas vontades e dividir de forma equânime esses direitos entre todos os seres humanos, trabalhado sempre para que não haja  conflitos.
Vejam que além de levar em conta o outro temos que administrar também as vontades de nossa alma, que prisioneira no corpo enseja por liberdade, mas limitada pelo involucro corporal a alma reage ativando a nossa energia vital biológica fazendo as moléculas vibrarem em alta intensidade, e isso que causa os mal-estares, e por isso a necessidade, também encontrar um forma de afagar a alma, e isso é feito promovendo uma aproximação equilibrada  entre o eu a alma.

Equanimidade requer seguir princípios éticos e morais, pois quando se rompe as paredes da ética e da moral se fere de morte a possibilidade de uma liberdade igualitária, já que os seres humanos são grupos individualizados, todavia racionais, essa racionalidade que nos leva, por obrigação, às responsabilidade também coletivas, assim enquanto os seres humanos insistirem em buscar liberdade apenas pra si não teremos uma sociedade harmônica e tranquila, que é aquilo que todos nós ensejamos mas encontramos muita dificuldade em compreender a  o jeito correto de   alcançar o  objetivo liberdade.   

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

# A BREVIDADE DA VIDA E BONS AMIGOS #

Na velocidade do tempo a vida é tão breve que passa sem perceber

Bons amigos compensam
a brevidade da vida
na crosta desse planeta

WALQUER CARNEIRO


Eu me pus a meditar, outro dia, sobre a minha percepção do passar do tempo levando em conta a minha posição no espaço enquanto ser vivente junto como outros seres viventes que seguem suas vidas escravas de cada momento, pois o tempo é carrasco e não é patrão. Diante dessa comprovação vejo que,    além de verdugo,  o tempo também é incessante não tem medida de início, não tem medida de fim; digo o tempo abstrato, mas no entanto real, sendo que para os seres humanos, por causa de seus desejos, o tempo é tão escasso.   

 Diante de tudo isso medito com meus dedões; será que vale a pena passar um tempo nessa condição de ser  humano  sabido, percebedor do real na brevidade  da vida?  Quem sabe não seria mais doído se só eu estivesse na vida;  Ao redor de cada um tem sempre mais de um, a solidão é invenção de uma mente vazia, ingrata consigo mesmo. Vi então que mesmo escasso, que mesmo breve, se vivo estou o   meu tempo tem quer ser abraçado  pra ser vivido, não só,  mais juntos, sempre como bons amigos.

A vida é tão pequenina, o tempo passa ligeiro mas ele nunca acaba, nós, os viventes é que acabamos rápido na velocidade da vida,  no alongamento do tempo; por isso é que seres humanos buscam companhia, para aproveitar o tempo, verbalizar o ego, inebriar a cronologia com o momento de um outro ser, um amparo, isso é a amizade que se revela no fluir de cada segundo e se firma no ir a diante.

Não sei quem foi que ajustou, contou e chegou ao total  de que cada um não tem mais que cinco amigos no andar de suas vidas. Vejamos, cada vida é muito breve, todo o tempo é muito amplo, são  tão poucos os amigos, e pouco tempo para poder encontra-los. Então se percebe que o tempo urge e a cada dia o passado fica bem maior do que o futuro, e os bons amigos não são fáceis de serem revelados, não por que inexistem, mas por necessidade de serem cultivados.  

A brevidade da vida humana levou como vingança a tentativa de encarcerar o tempo numa caixa de  pinos, engrenagens e ponteiros, acho que na vontade  de domar o tempo e assim ter mais tempo para encontrar os amigos.  De toda forma o tempo não faz bem e nem mau, o tempo é indiferente se dele não tomarmos tento, por isso é que é muito bom antes de qualquer coisa ser amigo do tempo, e enquanto ele passa vamos fazendo os amigos. Pois apenas os bons amigos compensam a brevidade do tempo.