sexta-feira, 24 de junho de 2011

ECONOMIA

Inflação esfria, geração de emprego e rendanão

A revista Carta Maior traz matérias
esclarecedoras sobre a situação
atual da economia brasileira
nos setores do trabalho e empresarial

CARTA MAIOR 

Os esforços do governo contra a inflação, com aumento de juros do Banco Central, encarecimento dos empréstimos e ações específicas para conter o preços dos combustíveis e dos alimentos, começam a dar resultados mais acentuados. 

Na primeira prévia da inflação de junho, divulgada na última terça-feira (21/06), o aumento de preços perdia fôlego. 

Atingia 0,23%, um terço do que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) verificara um mês antes (0,70%). A inflação fechada de maio já havia caído bem em relação a abril, e a equipe econômica apostava que, a partir de junho ou julho, desaceleraria ainda de modo mais firme, o que os dados iniciais estão a indicar. 

Apesar destes números – que de certa forma sinalizam esfriamento da economia - o mercado de trabalho ainda não foi comprometido. A geração de emprego formal em maio foi a terceira maior da história para aquele mês. Já o salário médio nas seis principais regiões metropolitanas foi recorde. Mas o tema “salário” também é motivo de desconforto para os brasileiros. Ao menos para os de renda menor. 

Uma pesquisa internacional mostrou mais uma vez o que muita gente já sabe. O Brasil alivia a mão, na hora de cobrar imposto dos mais ricos. Mas não maquiando taxa dos mais humildes. 

Informações detalhadas sobre emprego, salário e impostos, o leitor confere neste boletim especial, que conta ainda como o governo Dilma aliou-se aos fundos de pensão para peitar os bancos e tentar rolar a dívida pública pagando juros menores; e como o Brasil vai seguir decisão da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e, enfim, discutir estender aos empregados domésticos os mesmos direitos constitucionais assegurados aos trabalhadores comuns.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

PARLAMENTO EM TRANSE

Assembléia legislativa paraense sob suspeita

Um odor fétido exala
dos gabinetes da casa de
leis do estado do Pará e
muita gente boa está
tremendo de medo

WALQUER CARNEIRO C/ BLOGS


O parlamento paraense vem passando por  uma devassa feita pelo ministério público que investiga desvios de recursos públicos efetuados naquela casa que devia cuidar para que a coisa pública tivesse destino orientado para beneficiar o cidadão. De acordo com as investigações personalidades de alta patente estão sob suspeita de envolvimento nos desvios de dinheiro feitos a partir da manipulação da folha de pagamento e fraudes em licitações. Os desvios chegariam a 80 milhões de reais nos últimos quinze anos.

Mais de uma dezenas de pessoas estão sendo inquiridas pela justiça e estão tendo dificuldades de se explicarem diante das evidencias, além de empresas que eram usadas como laranjas para justificar os desvios de dinheiro da Assembléia Legislativa do Pará (ALEPA), até o governador Simão Jatene foi envolvido no caso, pois um dos maiores suspeitos de comandar todo o esquema, Sergio Duboc, foi alçado pelo governador como  diretor do Detran do Pará. Duboc foi diretor financeiro da Alepa no período 2003/2007, quando o agora senador Mario Couto (PSDB) era deputado estadual e presidente daquela casa. Mario couto é um dos peixes graúdos que está todo enrolado na malha de falcatruas da Alepa.   Outro que teve seu nome suspeito de  envolvimento no esquema de desvio de dinheiro é o ex-deputado Domingos Juvenil que é do PMDB, partido que no Pará é comandado por Jader Barbalho. Juvenil foi presidente da Alepa de 2007 a 2010, de onde saiu para disputar a vaga ao governo do estado.

Muitas outras personalidades da política paraense estão sob suspeita nesta investigação, além de técnicos executivos, pessoas de confianças dos políticos,  que exerciam cargos de relevância na assembléia, sobre esses,  possivelmente,  cairá as responsabilidades e as punições. 

Para saber mais clique AQUI, mais AQUI e ainda AQUI

ZERANDO VÍCIOS

Programa de governo para curar dependentes de drogas

Comunidades Terapêuticas
integrarão rede
pública para tratar
dependentes químicos

BLOG DO PLANALTO


A presidenta Dilma Roussef determinou a constituição de um grupo de trabalho sob liderança da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para preparar legislação que permita a inclusão de comunidades terapêuticas no atendimento aos cidadãos dependentes de substâncias químicas. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (22/6), durante reunião com representantes destas entidades ocorrida no Palácio do Planalto. De acordo com pastor Wellington Vieira, que preside a Federação de Comunidades Terapêuticas Evangélicas do Brasil (Feteb), existem no país cerca de 3 mil comunidades que cuidam de aproximadamente 60 mil dependentes químicos.

“Estas entidades atendem atualmente cerca de 80% das pessoas que estão em tratamento”, disse o pastor Vieira.

A titular da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), Paulina Duarte, informou que a reunião atende pedido da presidenta Dilma com o objetivo de conhecer o trabalho desenvolvido pelas comunidades. A partir deste momento será estabelecido programa que vai incluir as entidades na rede pública para tratamento de dependentes químicos. Assim estas comunidades passam a receber recursos públicos para prestar o serviço.

Numa outra frente, segundo a secretária, o grupo de trabalho vai reformular uma resolução da Anvisa, editada em 2002, para incluir mecanismos permitindo esta participação das comunidades terapêuticas. “A resolução será revista e revisada integralmente”, disse Paulina.

Experiência pioneira – Integrante do grupo de representantes de comunidades terapêuticas recebido pela presidenta Dilma Rousseff, o prefeito de Cachoeirinha (RS), Vicente da Cunha, classificou como “muito elogiável” a iniciativa da presidenta de convocar a reunião. Ex-dependente químico e há 15 anos de “cara limpa”, como define, Vicente acredita que o interesse da presidenta em incluir as comunidades terapêuticas em um programa nacional de saúde que será lançado em breve demonstra que o governo federal “chama para si” a responsabilidade pelo tratamento das pessoas dependentes de drogas.

Cachoeirinha, integrante da região metropolitana de Porto Alegre (RS), é o primeiro município a contar com uma comunidade terapêutica pública (CTP), a Reviver. Administrada pela prefeitura da cidade, a CTP começou a funcionar em abril deste ano e atende 30 homens dependentes de drogas.
 “A iniciativa da presidente é muito elogiável ao ponto de que chama para si a responsabilidade, para o governo federal, na sua presença, com os ministros da Casa Civil, da Saúde e da Justiça (…), de combater essa grande chaga social, que é o álcool e as drogas.”

sexta-feira, 17 de junho de 2011

TEMPO FANTASIA

CRONÓPIO
Walquer Carneiro

Cronópio seria o que ?
Um argentino largado
Inventou tal expressão,
Apenas uma palavra
De uma coisa que
Não se pode pegar
Ou tocar apenas com as mãos.
Cronópio pode ser um tempo
Cruzando com uma alucinação.
Talvez sim...Talvez não...
Cronópio é um pensamento,
É alegria,  fantasia, contentamento.
Pensar que tudo pode ser legal,
Intensa satisfação
De uma mente sadia
Que olha tudo normal.
Cronópio não consegue
Ver a maldade que envolve
Seres de luzes insuficientes.
Assim quem vê um cronópio
Enxerga nele um demente.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

SOCIALISMO HOMEOPÁTICO

O caminho é longo e no meio tem uma pedra


A situação do atual governo é um atestado
de que uma parte da esquerda se
mostra como a manifestação de um novo
conservadorismo, o embrião de uma nova direita.


WALQUER CARNEIRO C/ PORTAL VERMELHO

O governo Dilma é a continuação da grande retomada pela implementação de um novo modelo político e econômico para a América Latina que vem sendo tentado há mais de 40 anos, e que em muitos momentos, quando começa a se fortalecer, acaba sendo subjugado pelas forças tradicionais conservadoras que resistem em perceber que há mais de 100 anos o modelo capitalista está falido.

Esse novo modelo é a forma de se avançar naquilo que sociologicamente se conhece por convivência pacífica e igualitária entre os grupos de indivíduos para uma sociedade socialmente justa, que abre caminho para o sistema comunista, modelo em que se prevê a abolição das classes sociais para a implementação do bem estar comum. 

Para se chegar a esse ponto tem que se retirar muitas pedra do caminho, e já ficou provado que pela força bruta não se consegue implantar o novo modelo, e que o caminho é aproveitar o estado democrático de direito para conseguir impor o socialismo, porém como tudo tem um preço Dilma terá que pagar o dela como Lula pagou.

Uma analise do momento atual do governo Dilma neste sentido de mudança do prisma ideológico está contido no lúcido texto do editorial do Portal Vermelho. Clique AQUI para conferir.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

POETANDO RAUL E HEMINGWAY

POR QUEM OS SINOS DOBRAM
Raul Seixas
Nunca se vence uma guerra
Lutando sozinho,
Cê sabe que a gente
Precisa entrar em contato.
Com toda essa força contida
E que vive guardada
O eco de suas palavras
Não repercutem em nada.
É sempre mais fácil
Achar que a culpa é do outro,
Evita o aperto de mão
De um possível aliado, é...
Convence as paredes do quarto,
E dorme tranqüilo
Sabendo no fundo do peito
Que não era nada daquilo.
Coragem, coragem,
Se o que você quer é
Aquilo que pensa e faz,
Coragem, coragem,
Eu sei que você pode mais.





Para ouvir Por Quem os Sinos Dobram com Raul clique AQUI

terça-feira, 7 de junho de 2011

GOVERNO PARA O POVO

Garantir dignidade para a população desamparada é necessário

Mais de 16 milhões de pessoas
vivem hoje  na faixas dos miseráveis
e sensível a essa situação
a presidente Dilma toma atitude
WALQUER CARNEIRO

Nunca antes o Brasil passou tanto tempo sendo governado por uma força política popular e democrática que observa o país como um todo,  com a firme intenção de acabar com as diferenças sociais causada pela acumulação exagerada de riquezas nas mãos de uma minoria em prejuízo  de uma maioria.


Diante do caráter revolucionário do governo petista as forças conservadoras que nos últimos 500 anos se apropriaram das riquezas da nação não estão gostando dos rumos que o governo popular e democrático do PT e seus aliados está tomando na gestão de Dilma Rousseff, pois o governo petista chegou ao poder há oito anos e meio  com a proposta de melhorar a vida dos trabalhadores e durante o mandato de  Lula todas as bases para uma revolução pacífica foram instaladas em todos os setores da sociedade brasileira, e o primeiro passo foi garantir o mínimo de dignidade para 30 milhões de brasileiros que viviam abaixo da linha de pobreza com o Programa Bolsa Família,  e logo em seguida garantir condições para educação pública de qualidade para crianças com menos de cinco anos e proporcionar a real oportunidade para que o jovem pudesse ter acesso a educação superior com o PROUNI.

São bases e princípios fundamentais  que nunca antes um governo se preocupou em garantir para a população brasileira, e durante séculos apenas uns poucos foram beneficiados e milhões ficaram sem ter acesso por lhes ter sido tirado esse direito, e agora o governo Dilma chega para dar continuidade ao programa de transformação do Brasil em um país mais justo e igualitário.

Desde o primeiro ano do governo Lula as forças conservadoras e reacionárias viciadas na exploração da população atuaram  de forma sistemática para anular as ações que o governo do PT e aliados vinham  implementando, e esses interesses anti populares representados pelo PSDB e DEM,  ávidos como chacais,  procuram enfraquecer esse governo do povo, pois esses conservadores sentiam  que pela força do voto eles jamais iriam   retornar ao poder e por isso eles tentaram tomar o poder à força.

Um exemplo clássico foi o Caso de Mensalão  onde o PSDB e o DEM e parte da mídia conservadora  passaram meses tentando provar um suposto esquema de compra de deputados para aprovar projeto do governo criando uma situação para tentar cassar o mandato do presidente Lula, e que depois ficou provado que toda a movimentação financeira observada na época era fruto de recursos de campanha não contabilizados, e que era prática corrente entre todos os partidos,  independente  da cor ideológica, porém os Tucanos e Demos conseguiram afastar do governo o ministro cada civil José Dirceu, e Antonio Palóci que na época era ministro da fazenda, e com isso, tanto Demos quanto Tucanos esperavam enfraquecer o governo Lula, no entanto essas baixas foram substituídas na casa civil com Dilma Rulsseff e na fazenda com Guido Mantega, e o governo Lula prosseguiu e foi reeleito e teve forças de sobras para eleger  a sua sucessora, e isso deixou Demos e Tucanos altamente indignados.

Porém todas as artimanhas perpetradas pelo PSDB, DEM e seus aliados, que são contra  o povo, não surtiram os efeitos esperados por eles porque as instituições brasileiras estão fortalecidas e são realmente democráticas e  republicanas e reconhecem o avanço substancial proporcionado pelo governo do PT e seus aliados, todavia os Demostucanos, sem um projeto de nação viável para o Brasil,   agora voltam à carga contra o governo Dilma, porém a cada ataque covarde aquilo que era história vai se tornando farsa e agora descamba para a comédia, pois mais uma vez o PT mostrou a força que possui provando ao povo que é um governo sólido e estável substituindo Palóci depois de provar para todo povo brasileiro que ele é inocente da vil acusação da qual está sendo vítima, e enquanto isso os Demotucanos encenam a tragédia final da derrocada da direita sem rumo cuja principal liderança hoje é o senador mineiro que gosta de perder tempo em noitadas de baladas regadas a wisque e mulheres de comportamento duvidoso. 


domingo, 5 de junho de 2011

BOATO E TECNOLOGIA

Celular e internet na mão de estudantes apavora uma cidade

Um boato de tal gravidade
nunca havia se espalhado
tão rápido em Dom Eliseu
causando tamanho alvoroço

WALQUER CARNEIRO

Telefone móvel e internet são duas ferramentas essenciais hoje em dia, tanto que os seres humanos estão criando uma dependência perigosa destas tecnologias que são o divisor entre  dois tempos totalmente distintos: o mundo da mecânica simples das primitivas  engrenagens e o mundo das ondas eletromagnéticas.

As microondas foram domadas em microchips que podem conter informações em quantidades  que não se podem contar, e isso tudo ao alcance de todos, inclusive das crianças. Crianças, telefone móvel, internet, tecnologia digital e essa é uma mistura que tem que ser observada com muita atenção por variados motivos. Veja a história a seguir, ocorrida em Dom Eliseu.
  
No dia 3 de junho de 2011, ( uma sexta-feira)  um boato apavorou a comunidade escolar,  pais de alunos e a população em geral de Dom Eliseu por conta de um comentário de que uma gangue iria invadir uma escola da  cidade.

Esse boato começou como um rumor logo de manhã cedo  e foi se espalhando, de início, entre os estudantes, porém foi   na parte da tarde a situação se agravou.  

Por volta das 14:00 horas o boato se intensificou dentro das escolas e chegou aos ouvidos dos pais dos estudantes   pondo boa parte da população em polvorosa,  com pais e mães aflitos  com a possibilidade de seus filhos sofrerem algum tipo de agressão.

Com essa informação preocupante os pais de alunos começaram a ligar uns para os outros e indo até as escolas e também procuraram o secretário de educação, que solicitou o auxílio da força de segurança pública, e  neste contexto o boato foi se intensificando,  e dentro das escolas as crianças iam ficando cada vez mais  impacientes e ao mesmo tempo fantasiando a situação, e de acordo com as informações de uma professora,  há indícios de que os estudantes de uma escola começaram a trocar informações com estudantes de outras escolas  via celular através de mensagens de textos, e através da internet,   o que colaborou para espalhar o pânico. 


A RAZÃO DO BOATO

Conforme informações levantadas pela reportagem, o boato se espalhou a partir de um fato real que aconteceu na quinta-feira (2) á tarde quando um ex-aluno, que fora expulso  de um colégio particular de Dom Eliseu andou rondando o estabelecimento de ensino com mais alguns amigos protestando contra a escola por tê-lo expulsado, e como os garotos estavam exaltado  os responsáveis pelo  colégio chamou a polícia para convencê-los a se retirarem do local,  porém para agravar a situação  a mãe do estudante chegou ao local e fez um escândalo, e o que era para ser tratado como assunto interno da escola naquela mesma tarde começou a se disseminar pela cidade de forma distorcida que se espalhou em conversas pelo celular e  msn através da internet.

Diante da   situação criada na sexta-feira a secretaria de educação achou por bem solicitar o auxilio da  polícia para  ir até as escolas e  desfazer o boato. A primeira escola a ser visitada pela  foi a escola de Ensino Infantil Caminho da Arte, onde policiais da  PM foram conversar com as crianças e com alguns pais que lá estavam,  falando a elas que a informação era apenas um boato e que ninguém  deveria se preocupar, no entanto  enquanto os policiais conversavam com as crianças  alguém, que viu o carro da polícia no local,  ligou para outras escolas, uma das quais foi a Escola Maria de Nazaré, que fica próxima a Escola Dom Eliseu Corólli, e esse fato intensificou a boataria.

De acordo com informações estudantes da Escola Maria de Nazaré receberam ligações dizendo que a polícia estava na Escola Caminho da Arte, essa informação começou a circular pelas salas de aula indo parar na Escola Dom Eliseu Corólli, “Os policiais estiveram aqui também”, disse a diretora da Escola Maria de Nazaré, “porém com a presença dos policiais  as crianças, que  já estavam agitadas,  ficaram mais preocupadas ainda dizendo que se a polícia estava ali era porque a história era verdadeira”, informou a diretora.  Assim nestas duas escolas e situação ficou fora de controle e os alunos foram dispensados para evitar um tumulto maior.

Durante  todo o dia a força de segurança pública do município realizou diversas averiguações e chegaram  a conclusão de que tudo não passou de um mal entendido gerado por irresponsabilidade de algumas pessoas que contribuíram para disseminar a mentira da suposta invasão da escola, tanto os diretores das escolas do município quanto os  pais de alunos já estão conscientes de que tudo não passara de um mero e perigoso boato que foi  disseminado por intermédio desta tecnologia ao alcance de todos, inclusive das crianças. 

quarta-feira, 1 de junho de 2011

MULTIDÃO PERDIDA


ÓPERA DOS IMBECIS
                                                    Walquer Carneiro

Tanta bagunça na dança
Do teatro dos seres que pensam.
A ópera que toca engorda a burguesia,
Pandora que envolve todas as vontades.
Os hippies sim que foram felizes,
E hoje são velhos e da nada se lembram.
Os que são vivos,  pois muitos  morreram,
E de tanta vontade não conseguiram mudar o mundo.
Larga esperança que não existe mais,
Dor tão profunda  de ver tudo errado
Enquanto senhores se refestelam
A multidão se acaba no vício,
Novelas, consumismo, carros velozes,  drogas letais e baratas
Imbecilizam a civilização para a alegria daqueles
Que se agarram ao poder como alimento vital.
Todo pensamento é só pessimismo,
A multidão em letargia espera a conclusão
Arrogantes e ignorantes vagando como cegos
Numa noite de festa sentindo mil sons,
Trombando nas mesas derrubando a comida,
Espalhando pelo chão a água que poderia
Matar a sede e molhar a garganta
Para proferir o grito de ordem unida
Chamando à revolta contra o esquema que mata
A vontade de alegria para ter felicidade.
E a dança que cada vez mais frenética
Leva a exaustão  multidão de fantoches
Fantasticamente manipulados por seres que
Na penumbra riem dissimulados esperando o fim.