quinta-feira, 17 de novembro de 2011

PETRÓLEO POLUI O MAR DO BRASIL


A Grande imprensa esconde tragédia ambiental

Vazamento de petróleo de
grandes proporções está sendo
tratado como se não
apresentasse nenhum perigo

WALQUER CARNEIRO

Um vazamento de petróleo em um poço da empresa privada Chevron está se espalhando velozmente pelo mar e o perigo de afetar o ecosistema marinho de boa parte do mar territorial brasileiro  é muito grande, e curiosamente os grandes meios de comunicação estão escondendo da população a real situação provocada pelo acidente, e há a desconfiança de que a mídia está recebendo dinheiro para esconder o fato, e a empresa dificulta informações para jornalistas que querem saber a verdade, e o governo federal não se mobiliza para que a empresa cumpra com suas obrigações de informar.

Agora resta perguntar: E se o vazamento fosse em uma das plataformas que capta petróleo para a Petrobras será que a mídia estaria escondendo o fato, ou já estaria em curso uma onda de matérias jornalística esculhambando o governo Dilma ?

As poucas informações disponíveis foram repassadas por uma ONG ambiental que sistematizou os dados captados por satélite e os repassou para a comunidade jornalística internacional como vocês podem ler a seguir.



Vazamento pode ser dez vezes pior do que o divulgado

Ong estima que volume total
 do vazamento é de cerca de
15 mil barris de petróleo;
Chevron fala entre 400 e 650 barris

FONTE - OPINIÃO E NOTICIA


A Ong SkyTruth, especializada em interpretação de fotos de satélites com fins ambientais, alertou nesta quarta-feira, 16, que o vazamento de petróleo na plataforma da Chevron na Bacia de Campos pode ser dez vezes pior do que o divulgado pela empresa norte-americana.

“Assumindo que o vazamento começou no dia 8 de novembro, nós estimamos que a taxa de vazamento seja de 3.738 barris por dia (594.294 litros). O que é dez vezes mais que o estimado pela Chevron (330 barris por dia, ou 52.465 litros)”, informou a Ong, que foi uma das primeiras a divulgar a dimensão do vazamento de petróleo na plataforma da BP no Golfo do México em 2010.

A mesma empresa responsável pela Deepwater Horizon

A Chevron diz que o volume total do vazamento é de 400 a 650 barris, enquanto a SkyTruth afirma que o poço no Campo Frade já derramou cerca de 15 mil barris de petróleo (2.384.809 litros) no mar.

O blog da SkyTruth informa ainda que a empresa que operava a plataforma da Chevron na Bacia de Campos é a mesma que operava a Deepwater Horizon para a BP quando aconteceu o megavazamento no Golfo do México no ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário