sexta-feira, 28 de outubro de 2011

IMPRENSA. O QUARTO PODER IMORAL

Os meios de comunicação estão governando o Brasil

Não se engane, quem manda no Brasil, hoje,
são os grandes meios de comunicação,
não para defender o povo, mas em prol uma
pequena parte que não gosta do povo

WALQUER CARNEIRO

O Brasil está vivendo uma situação curiosa e preocupante, pois o sistema político governamental do governo federal há mais de oito anos vem sendo acuado persistentemente pela imprensa dando a  entender que apenas no governo federal há irregularidades, e até mesmo o poder judiciário é constrangido pela imprensa (CLIQUE AQUI PARA VER UM EXEMPLO),   e dessa forma os grandes meios de comunicação vem pondo na lama a honra e a integridade moral de pessoas sem dar a elas a presunção da inocência, todavia a imprensa cabocla usa dois pesos e duas medidas.

Enquanto essa imprensa calhorda  esculhamba, de maneira mais vil,  todos os componentes do governo federal, e de preferência o PT,  por outro lado em São Paulo, o estado mais rico do país,  o governador  Geraldo Alckmin, do PSDB, está todo enrolado com suspeitas de compras de apoio de parlamentares estaduais através de emendas, um escândalo tão ou mais grave do que as suspeitas em que está envolvido o ministro do esporte, (CLIQUE AQUI PARA CONFERIR) e em minas existem fatos graves de corrupção acontecendo também,  no entanto os grandes meios de comunicação não dão o destaque que os fato merecem, e aí resta perguntar: Porquê?

A respostas é uma só, os grandes meios de comunicação têm lado na política,  e o lado deles são os partidos do PSDB e Democratas (DEM), e como esses partidos não têm a menor chance de retornar ao poder federal através do voto eles convocam a grande imprensa, sua aliada, para usar seu poder de penetração junto ao povo para desqualificar o governo do PT e seus aliados, dos quais o PCdoB, partido do ex-ministro Orlando Silva é um aliado histórico, pois desde a fundação do Partido dos Trabalhadores e da primeira candidatura de Lula a presidência sempre estiveram junto.

Na verdade a situação é que os tucanos e demos estão enfraquecidos politicamente e sem projeto alternativo que vá de encontro aos anseios do povo e então ele usam os grandes meios de comunicação para fazer valer suas vontades, e isso está gerando uma distorção de valores, pois pouco a pouco a imprensa via ditando as regras e as normas de todas as instâncias governamentais, e não à toa, pois isso acontece porque todo o sistema político brasileiro, sem exceção de partido ou governo, seja municipal, estadual ou federal estão todos contaminados pelo câncer da corrupção, e desta forma o Brasil está se tornando refém dos meios de comunicação.  

O caso do ministro Orlando Silva é uma mostra da falta de compromisso da imprensa com o Brasil para Todos, já que  o ex-ministro foi quem iniciou todo o processo de investigar as ONGs suspeitas, e a imprensa ao invés de mostrar as irregularidades do PM acusado resolveu escondê-las, e passar a acusar o ex-ministro sem uma única prova.  

No post abaixo eu reproduzo em texto do ex-ministro José Dirceu, ele que foi uma das primeiras vítimas desta imprensa golpista e canalha, que junto com o PSDB e DEM o acusaram de chefiar uma quadrilha cuja denúncia até hoje  não foi provada, tanto que Roberto Jefferson, o acusador,  recentemente declarou que o mensalão foi uma invenção retórica saída de sua cabeça, e por conseguinte nunca existiu, só que a tal imprensa não deu divulgação na proporção em que acusou, julgou e sentenciou José Dirceu.


Orlando sai de cabeça erguida sem ter sido provado a sua culpa

Há um aspecto fundamental a se observar em
todo o processo de fritura do ministro do Esporte
que culminou com seu pedido de demissão: as iniciativas
de apuração dos fatos partiram do próprio acusado.

POR JOSÉ DIRCEU*

É possível que essa informação esteja escondida ou tenha sido negligenciada no noticiário, mas os pedidos de abertura de investigação à Polícia Federal e ao Ministério Público foram feitos pelo, agora, ex-ministro, que abriu seu sigilo telefônico, fiscal, bancário e de correspondência.

Como também foi o Ministério do Esporte que identificou as irregularidades nos convênios com as ONGs (Organizações Não-Governamentais), suspendeu esses contratos e busca resgatar as verbas usadas irregularmente.

Aliás, deve-se registrar que 91% dos 15 mil convênios do Ministério no programa Segundo Tempo são com o Poder Público e apenas 9% são com ONGs —o que não invalida a necessidade de apuração.

Diante da pressão e tentativa de desgaste do governo federal, faz todo o sentido, portanto, que Orlando Silva tenha pedido afastamento do cargo. Primeiro, como partícipe dos avanços da pasta e defensor do governo, para impedir que a crise “forçada” se alongue. Segundo, para que ele possa ter mais tempo para se defender.

Vale destacar que os dois acusadores do ex-ministro —o policial militar João Dias Ferreira, já preso, e o motorista Célio Soares— simplesmente não compareceram à Câmara dos Deputados para prestar depoimento, conforme anunciaram. Algo que só reforça as afirmações de Orlando Silva de que se trata de “dois criminosos que fugiram do Congresso Nacional porque não têm provas”.

Orlando Silva disse, com razão, que sofreu por 12 dias um linchamento público de sua honra. De fato, no Brasil, estamos nos acostumando à inversão do ônus da prova. Com o apoio da grande mídia, acusa-se e condena-se sem a necessidade de apresentação de provas e, não raro, a defesa fica em segundo plano.

Mesmo no caso do ex-ministro, que veio a público prestar esclarecimentos tão logo as suspeitas foram lançadas. Porque estamos nos acostumando a conviver com a máxima “culpado até que prove a inocência”, no lugar do “inocente até que se prove sua culpa”.

O ex-ministro deixa o governo afirmando que nenhuma prova contra ele surgiu e sequer surgirá. E um grande avanço conseguido na pasta — hoje, com maior visibilidade devido à Copa do Mundo-2014 e às Olimpíadas-2016, os dois maiores eventos esportivos do planeta.

Mas também é de se ressaltar que 40% da delegação que representa o Brasil nos Jogos Panamericanos de Guadalajara (México) são de bolsistas do Ministério, o que mostra que o esporte tem outro nível de tratamento.

Por todas essas razões, Orlando Silva deixa o governo de cabeça erguida. Resta, neste momento, torcer para que o caso não se esgote com sua demissão —que é o que pretendem os que querem desestabilizar o governo. E, como pediu o ex-ministro, que “os profissionais da imprensa continuem acompanhando os fatos e dediquem as mesmas páginas e o mesmo espaço que dedicaram até agora para mostrar com quem está a verdade”.

*José Dirceu, 65, é advogado, ex-ministro da Casa Civil e membro do Diretório Nacional do PT .

terça-feira, 25 de outubro de 2011

DILMA QUER ORLANDO NO ESPORTE

PM diz não ter provas que incriminem Orlando Silva

O policial, que deve depor a uma
comissão da Câmara dos Deputados
nos próximos dias, é acusado de
desviar dinheiro de programa social

FONTE – PORTAL VERMELHO

O policial militar João Dias Ferreira disse hoje (24) que não possui nenhuma prova do envolvimento do ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB), e de seu antecessor, Agnelo Queiroz (PT), no suposto esquema de desvios de recursos públicos do Ministério. João Dias afirmou categoricamente que não gravou diálogos de Orlando Silva e que não há nada que o incrimine. "Em nenhuma delas [das gravações] tem a voz do ministro".

As declarações foram dadas quando o policial militar prestou novo depoimento e entregou à Polícia Federal (PF) um aparelho de telefone celular contendo 13 gravações de conversas dele com membros do Ministério do Esporte. Segundo ele, nos diálogos seria possível identificar a intenção de fraudar prestações de contas dos convênios que firmou com a pasta.

O acusador também levou quatro ofícios emitidos pelo Ministério que, segundo ele, contêm “informações contraditórias" sobre a fiscalização dos repasses de verbas da pasta a entidades conveniadas. O material envolveria assessores da cúpula do ministério. Mas, até o momento, segundo a PF, não há qualquer comprovação da participação do ministro Orlando Silva no suposto esquema.

O celular foi encaminhado para perícia e os resultados devem ser divulgados na próxima semana, segundo a PF. Em seu novo depoimento, nada mais foi acrescentado nas investigações. Ele continua afirmando que está sendo “ameaçado e perseguido” por conta das denúncias que apresentou à revista Veja, que publicou matéria na edição da semana passada somente baseada na entrevista feita com João Dias. No entanto, negou proteção especial.

O policial, que deve depor a uma comissão da Câmara dos Deputados nos próximos dias, acusou o ministro do Esporte, Orlando Silva, de integrar um esquema de desvio de verbas públicas do programa Segundo Tempo.

NOVA REPORTAGEM SEM PROVAS

Na edição desta semana, a revista Veja transcreveu um diálogo que teria ocorrido em abril de 2008, entre João Dias e dois servidores do Ministério do Esporte. Na transcrição do semanário, eles combinam o envio de um documento à Polícia Militar desmentindo supostas irregularidades na execução de convênios firmados entre a pasta e ONGs controladas pelo policial.

Em nota divulgada neste sábado (22), o Ministério do Esporte questionou a apresentação da conversa transcrita pela revista da editora Abril. Segundo o texto, a pasta pedirá à PF para incorporar a gravação à investigação em andamento sobre o suposto esquema de desvio.

"A manipulação começa já na abertura da reportagem. A revista faz uma montagem e cola sobre uma foto do ministro a frase entre aspas: 'A coisa fugiu do controle', declaração que o ministro nunca fez", diz um trecho da nota.

Ontem o  ministério divulgou nova nota informando que o "secretário-executivo do Ministério do Esporte, Waldemar de Souza, constituiu nesta segunda-feira, 24 de outubro, uma Comissão de Sindicância para investigar acusações publicadas pela revista Veja, nas páginas 88, 89 e 90 da sua edição número 2240, de suposto envolvimento de servidores do Ministério em irregularidades administrativas".

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

RANKING DOS POLÍTICOS CASSADOS

Ranking dos partidos com mais  políticos cassados nos últimos dez anos

No cenário político brasileiro
existem partidos que
são mais e partidos que
são menos corruptos

WALQUER CARNEIRO

A corrupção na política existe em todos os lugares do planeta, todavia há países em  que os casos de corrupção são constatados em menor escala, primeiro por uma questão cultural e segundo porque o sistema judiciário aplica a lei e pune realmente.

A corrupção na política não é novidades no Brasil, e o alto grau de corrupção é por causa da cultura nacional,   mas nós precisamos saber quais são os partidos que mais tiveram membros cassados por cometer irregularidades.

A categoria política campeã de cassações foi a dos prefeitos, seguido dos vereadores, deputados estaduais, deputados federais, senadores e governadores, os casos aqui relatados foram registrados entre 2000 e 2007.

É preocupante quando vemos que é nos municípios onde está a maior quantidade de casos e punições de corrupção.  

Do total de 623 cassações registradas, quatro são de governadores e vice-governadores (Flamarion Portela, de Roraima, e Cássio Cunha Lima, da Paraíba, este último mantido ainda no cargo por força de liminar do TSE), seis são senadores e suplentes (entre eles João Capiberibe, do Amapá, e Expedito Júnior, de Rondônia), oito deputados federais, 13 deputados estaduais, 508 prefeitos e vice-prefeitos, além de 84 vereadores.


RANKING DOS PARTIDOS COM MAIS MEMBROS CASSADOS POR CORRUPÇÃO

1º - DEM.............69 cassados – 20,4% dos casos

2º - PMDB...........66 cassados –19,5% dos casos

3º - PSDB............58 cassados -  17,1% dos casos

4º - PP..................26 cassados -    7,7% dos casos

5º - PTB...............24 cassados -    7,1% dos casos

6º - PDT...............23 cassados -    6,8% dos casos

O ranking é formado por 21 partidos,  e o PT aparece em décimo lugar, com 10 membros cassados, sendo 2,9% dos casos.

Não podemos esquecer que a corrupção na política está intimamente ligada ao setor privado na figura de empresas e grandes corporações que são os corruptores, esses que fomentam a corrupção na atividade do político corrupto.

As informações para montar o ranking dos partidos com o maior número políticos cassados  foram coletadas nos sites dos TREs nos estados e no TSE, e foram  formatadas pelo site G1  ( CLIQUE AQUI ) e nos dão uma visão clara e real da situação dos partidos políticos brasileiros.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

JOVEM DESEMPREGADO

O desemprego é velho, o desempregado é jovem

Uma matéria do site Projeto Nacional,
que reproduzo aqui,
faz uma análise sucinta da falta
de emprego para jovens no Brasil

Por: Fernando Brito


Quem quiser saber porque a revolta do “Occupy Wall Street” se espalha no mundo, basta olhar o gráfico publicado pela The Economist (e adaptado por nós, com os dados brasileiros) para entender que é a falta de perspectivas – ou talvez, as perspectivas piores que as realidades presentes – que está empurrando para as ruas os “indignados”, agora com um foco fixado naquele que reputam o responsável por sua situação: o domínio absoluto do setor financeiro sobre a economia de seus países e a do mundo.

Mesmo aqui, onde a situação está melhor do que antes, a taxa de desemprego entre os jovens é o dobro da média geral da sociedade.
Mas é o fio da navalha, porque cada mês em que não geramos algo acima de 150 mil empregos é, potencialmente, um mês onde há mais jovens desempregados, pois eles são metade dos que não conseguem emprego, embora sejam muito menos, proporcionalmente, na massa trabalhadora.

No início do ano, uma pesquisa do Ipea revelou que, ao contrário do que muita gente diz, não é a falta de qualificação único grande impedimento à entrada do jovem no mercado de trabalho, mas os baixos salários oferecidos e outros fatores impeditivos, sobretudo entre as mulheres, como cuidar da casa, de crianças ou de idosos.

Não dá para achar que por termos chegado a uma taxa de desemprego “civilizada” – por volta de 6% – é possível deixar que a economia desacelere e se amplie o contingente de desempregados com a entrada de mais jovens no mercado de trabalho.

Uma juventude perdida é também perder sonhos, crenças, humanidade. Tornar um jovem amargo, recalcado, angustiado é tirar um pouco da felicidade da vida da sociedade.

Clique no Linque para acessar o site PROJETO NACIONAL ,aonde o leitor vai encontrar notícias com análises sob ponto de vista despido de preconceito.  

sábado, 15 de outubro de 2011

TRAGÉDIA NA IGREJA

Discussão causa morte de evangélico

Uma barraca de açaí na
exposição levou os dois
evangélicos a uma discussão
que acabou em tragédia

WALQUER CARNEIRO

No último final de semana (dia 8) mais  um caso de  assassinato engrossou a lista de mortes por motivo fúteis em Dom Eliseu, e desta feita o caso comoveu por envolver duas pessoas evangélicas.

O crime envolveu os nacionais identificados apenas  como Marconi, o criminoso, e Marçal Ribeiro a vítima, ambos membros de uma igreja evangélica de Dom Eliseu, e moradores no Bairro Esplanada.

De acordo com informações José Marçal era presbítero da Igreja Só o Senhor é Deus, e Marconi era diácono, e os dois começaram uma discussão dias atrás pelo motivo de Marconi ter participado da  festa de exposição onde ele botou uma barraca de vender açaí, e José Marçal não concordou e por isso decidiu que  Marconi seria disciplinado pela igreja.

Marconi ficou sabendo da decisão e não gostou da atitude do presbítero e,  por volta das 18:00 horas do dia 8,   foi até a casa deste para tomar satisfação, momento em que se iniciou uma altercação acalorada e Marçal pegou uma faca com a qual tentou agredir Marconi que estava armado de um revólver com o qual efetuou um disparo na direção da cabeça de Marçal que de imediato tombou sem vida.

Marconi vendo que acabara de tirar a vida de Marçal fugiu tomando rumo ignorado, sendo que logo em seguida a esposa de Marçal, a senhora Maura Eugênia foi até a delegacia de Polícia Civil onde registrou um boletim de ocorrência, a partir do qual a polícia iniciou uma investigação e buscas pelo paradeiro do assassino que ainda se encontra foragido.

JUDICIÁRIO OCULTO

Judiciário resiste em se abrir para o Conselho Nacional de Justiça

Uma declaração verdadeira
da ministra Eliana Calmon
causou alvoroço nos indivíduos
togados em todo Brasil

WALQUER CARNEIRO C/ BLOGS PROGRESSISTAS 

A corregedora nacional de Justiça, Ministra Eliana Calmon é uma das responsáveis por investigar denúncias de suspeitas de ações irregulares nos fóruns de justiça em todo Brasil. Ela  perdeu a paciência, há poucos dias,  diante da falta de transparência do poder judiciário que vem dificultando o trabalho do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em levantar  informações para apurar irregularidades de juízes  nos órgãos judiciais. Clique em CONSULTOR JURÍDICO para saber o que pensa a Ministra Eliana Calmon.

A atitude da ministra se justifica quando vemos um caso  grave de suspeição de atuação irregular de um conselheiro do tribunal de  contas do Estado de São Paulo. O caso  que foi levado a público através de uma matéria publicada no Jornal o Estado de São Paulo, através da qual o ministério público provocou um inquérito, que apesar de provas concretas  e testemunhais,  até hoje não deu em nada, e o conselheiro continua atuando.

Leia abaixo alguns pontos da reportagem que denuncia o conselheiro.

JUDICIÁRIO RESISTE EM INVESTIGAR CONSELHEIRO SUSPEITO

Eduardo Bittencourt Carvalho, veterano conselheiro do TCE, 21 anos de corte, usou o próprio pai como testa de ferro, afirma a ação do Ministério Público em cujo relatório conta "era pessoa humilde (o pai) que mal sabia desenhar o próprio nome".

O conselheiro suspeito tinha como cúmplice a sua esposa, e, de acordo com o Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras, os dois  juntos movimentaram US$ 5,68 milhões no Lloyds Bank de Miami e Nova York e mais de US$ 4 milhões em títulos no Credit Suisse.

Há 17 anos Bittencourt foi indicado conselheiro vitalício do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE),  órgão de apoio da Assembléia Legislativa e que tem como função fazer fiscalização financeira, operacional e patrimonial do Estado de São Paulo e municípios, exceto a capital.

As investigações sobre o enriquecimento suspeito ligou o nome  do conselheiro Bittencourt aos nomes de dois ex-governadores de São Paulo,  e de um atual ministro do Supremo Tribunal Federal, que na época atuou como advogado de uma empresa de “offshore”, do qual  Bittencourt era sócio.

Apesar da reportagem do Jornal o Estado de São Paulo,  em 2008,  ter confirmado as movimentações de Bittencourt , e o Ministério Público ter provocado a abertura de um inquérito para apurar os fatos,  a justiça ainda não levou o conselheiro aos tribunais.    

Esse caso (grave)  é apenas um exemplo de atuação suspeita de conselheiros de tribunais de contas e da falta de vontade do judiciário em dar condições para tramitar o processo para punir, e por isso mesmo  corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, afirmou que existem bandidos de togas no judiciário brasileiro.

Para saber mais detalhes sobre as traquinagens do Conselheiro Eduardo Bittencourt Carvalho, clique AQUI.Vale a pena investir alguns minutos de leitura para ficar sabendo como agem aqueles que deviam ser os fiscais das prestações de  contas do dinheiro público que devia ser aplicado nos estados e municípios.


Um artigo do Jurista Walter Maierovitch publicado na revista CARTA CAPITAL (clique no linque para ler) ilustra muito bem o embate entre o CNJ e o Conselho de Magistrados do Brasil (CMB). Em certo ponto o jurista diz o seguinte:



sábado, 8 de outubro de 2011

RECURSOS FEDERAIS PARA DOM ELISEU

Todos os meses o governo federal envia verbas para Dom Eliseu

Se faz necessário que todo
cidadão fiscalize a aplicação
dos recursos que são
destinados para o município

WALQUER CARNEIRO

Para que você possa ter acesso aos dados em valores de reais que são repassados todos os meses para o município clique no link a seguir para saber mais detalhes sobre outros  convênios para Dom Eliseu: PORTAL DA TRANSPARÊNCIA. Neste link o cidadão também pode denunciar irregularidades e inconsistência de dados.


TODAS
2.417.923,04
22.371.594,68
0C33 - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB
FUNDEB
1.307.806,15
12.618.776,67
0045 - Fundo de Participação dos Municípios - FPM (CF, art.159)
FPM - CF art. 159
1.035.049,71
9.059.758,28
0369 - Cota-Parte dos Estados e DF do Salário-Educação
Cota-parte dos Estados e DF do Salário-Educação
46.752,75
403.647,85
0551 - Transferências do Fundo Especial dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural (Lei nº 7.525, de 1986 - Art.6º)
Royalties
19.157,27
142.177,17
0999 - Recursos para a Repartição da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico - CIDE-Combustíveis
CIDE - Combustíveis
0,00
82.815,36
099B - Transferência a Estados, Distrito Federal e Municípios para Compensação da Isenção do ICMS aos Estados Exportadores - (art. 91 ADCT)
Transferências - LC n.º 87/96 e 115/2003
5.672,83
45.382,64
006M - Transferência para Municípios - Imposto Territorial Rural
Transferência - ITR - Municípios
3.484,33
19.036,71

MEDITAR NO ETERNO DE DIAS

Alerta !!!! A vida não é apenas matéria, há algo mais além...

Dentro de sua mente está a
chave para uma dimensão
divina e sobrenatural, e
você precisa experimentar.

WALQUER CARNEIRO

A secularidade nos leva a perder a fé nas ações humanas, e diante de tanta falta de solidariedade somos levados a crer que o caos é a finalidade futura  do que vemos no presente, diante dos fatos que constatamos no passado.

Essa (in)certeza advém da circunstância de vermos a finitude de tudo ao nosso redor, todavia a imensidão do todo absoluto mostra a verdade invisível d’Aquele que existe por sua própria vontade, e sendo infinito, nós, seres humanos finitos,  temos dificuldade de abrangê-lo em sua completude.

Por isso é necessário meditar mais profundamente sobre a razão de sermos criaturas conscientes, e, por experiência própria,  digo que a oração sincera é a forma perfeita de nos ligarmos ao eterno de dias que é nosso amigo, e como bom amigo Ele está disposto a nos ouvir.

Eu faço, agora,  um singelo pedido para você que têm dificuldade de crer. Experimente entrar em contato com o Eterno. Acorde mais cedo na próxima manhã e abra seu coração para Aquele que está disposto a te ouvir. Faça isso durante muitos dias e você vai perceber o resultado. 


quarta-feira, 5 de outubro de 2011

MENSALÃO EM SÃO PAULO

Imprensa se nega a debater o mensalão de São Paulo

O maior escândalo de todos os tempos
envolvendo o governo tucano do estado
de São Paulo vem a tona e 80% dos
brasileiros não tomam conhecimento

WALQUER CARNEIRO

Um deputado do PTB (!)  da assembléia legislativa de São Paulo há cerca de 15 dias veio a público denunciar o feira de troca de votos dos parlamentares estaduais de São Paulo para apoiar projetos apresentados pelo governador Geraldo Alckmin. Talvez o leitor ainda não tenha tomado conhecimento deste fato,  que é tão vergonhoso quanto o mensalão do congresso nacional que de 2005 a 2007 quase acabou em afastamento do presidente Lula.

O caso do mensalão da assembléia  legislativa de São Paulo foi denunciado pelo deputado Roque Barbiere (PTB)  no dia 22 de setembro quando ele, por motivos ainda desconhecidos, se pronunciou em uma entrevistas falando sobre os procedimentos irregulares de seus colegas na AL de São Paulo.

E aí você pode refletir:- Esse caso é muito grave, e onde é que estão  a Tv Globo, Bandeirante a revista Veja e demais jornais impressos que não repercutem a notícia de forma esquemática como fizeram com o mensalão do PT? –

Para responder essa pergunta clique AQUI,  AQUI e mais AQUI.

LÍDER DE JATENE EM DOM ELISEU

Marcio Miranda garantiu que Jatene não vê cor partidária

O deputado vem amiúde
a Dom Eliseu, município
onde ele tem laços afetivos
e uma propriedade rural

WALQUER CARNEIRO


O deputado estadual Márcio Miranda (DEM), líder do governo Simão Jatene na Assembléia Legislativa do Pará,  esteve em Dom Eliseu no sábado (01), momento em que o parlamentar aproveitou para dialogar com lideranças locais que o apoiaram nas eleições de 2010, apoio esse que garantiu a Márcio Miranda 4.200 votos, fazendo dele um dos campeões de votação no município.

Marcio Miranda aproveitou a sua estada em Dom Eliseu para observar algumas obras de responsabilidade do governo do estado que estão sendo executadas no município,  como a ampliação e revitalização da Cosanpa com recursos do PAC, implantação do Silo Secador, Quartel da Polícia Militar e a reforma da Escola Luiz Gualberto Pumentel. As informações coletadas nas avaliações das obras serão repassadas ao governador como subsidio para designar recursos para a conclusão das mesmas.

O deputado também conversou com lideranças políticas e representantes de setores produtivos rurais de Dom Eliseu. Logo pela manhã de sábado Márcio Miranda se encontrou com o prefeito Joaquim Nogueira Neto, momento em que o prefeito detalhou as condições em que se encontram as obras da Cosanpa, do Silo e do Quartel. O prefeito mostrou também as necessidades do apoio do governador para a conclusão das obras que são de interesse público.

“Além da conclusão dessas obras eu mostrei para o deputado que Dom Eliseu necessita da atenção do governo estadual para implementar obras estruturantes e necessárias”, falou o prefeito.
O deputado Marcio Miranda garantiu que como líder do governo na assembléia a sua missão é intermediar as demandas dos municípios,  e deixou claro para o prefeito Joaquim que a cor partidária dos gestores  municipais não interferirá na viabilização de recursos para os municípios. “Independente do partido, nós procuraremos tratar  todos os prefeitos  de forma igualitária”, disse o deputado que recebeu do prefeito algumas solicitações.

Na parte da tarde o parlamentar reuniu-se com diretores do Sindicato dos Produtores Rurais de Dom Eliseu que foram até ele levando a reivindicação colaboração para a estruturação do parque de exposição, momento em que os sindicalistas receberam a garantia de que o deputado disponibilizará recurso na ordem de R$ - 50 mil proveniente de emenda parlamentar. “Para receber o recurso basta que o sindicato elabore um projeto definindo as necessidades da entidade e envie para o meu gabinete”, disse Marcio Miranda como requisito para que a verba seja liberada. 

PROTESTO EM MARABÁ

Trabalhar é necessário,  mas protestar é preciso

Cinco categorias de trabalhadores
de Marabá se unem para protestar
contra dificuldades trabalhistas
que prejudica os servidores

FONTE – ARTE BANCÁRIA 

Em Marabá, passeata conjunta de categorias em greve: bancários, correios, Instituto Técnico Federal do Pará e servidores públicos da educação do Pará. Unidos na luta por trabalho e salário decentes!

O Comando Nacional dos Bancários, reunido em São Paulo, divulgou nesta terça uma Nota Oficial repudiando o silêncio dos bancos, que não retomaram as negociações para apresentar nova proposta aos trabalhadores após oito dias de greve nacional. "Os bancos estão agindo de forma irresponsável ao permanecerem em silêncio e ignorarem a disposição dos bancários para retomar o processo de negociações", denuncia o texto.

"Desde o início reafirmamos nossa disposição para o diálogo, que consideramos o melhor caminho para resolver o impasse", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional. "Todos os integrantes do Comando estiveram de plantão nesta terça em São Paulo para retomar as conversas e a Contraf-CUT enviou uma carta à Fenaban com o mesmo objetivo. Mas não tivemos qualquer resposta dos bancos", afirma o dirigente.

Clique em ARTE BANCÁRIA para ler mais detalhes.

sábado, 1 de outubro de 2011

O PLANETA TERRA É O ÚNICO ONDE HÁ VIDA?

A curiosidade humana ainda não revelou o enigma

Toda a matéria no universo é
composta pelos mesmos elementos.
Será que nós seres humanos
somos únicos como forma
de vida no universo?

WALQUER CARNEIRO

O Blog Democracia & Política (clique no link para acessar) é um dos que eu sempre leio por ser um meio de informação com assuntos relevantes, com textos de fácil entendimento,  que geralmente me leva a reflexões mais profundas e compreensão de temas que de outra forma eu os teria como complexos, a exemplo da física cosmológica.  

Todos nós em algum momento de nossa vida consciente nos pegamos pensando se existem outros planetas com vida racional, irracional, ou apenas biológica,  como a que vemos nesta joia do universo que é o nosso planeta terra.

Essa curiosidade sempre existiu, e foi isso que levou aos primitivos seres humanos  a ocuparem boa parte do tempo em observações das estrelas,  sempre sonhando com o dia em que pudessem ter a condição de ir até uma delas a procura de um parceiro planeta habitado. Dessa forma surgiu uma questão: Estamos sós no universo?

Essa questão ainda não foi respondida,  e muito menos comprovada com elementos concretos baseados na razão, apesar de toda a tecnologia existente hoje em dia,  nossas maquinas espaciais ainda não conseguiram sair dos limites do sistema solar, e o que se observa além são meras imagens feitas por telescópios.

Um belo artigo, originalmente publicado na Folha de São Paulo,  escrito por Marcelo Gleiser, professor de física teórica, ilustra muito bem esse desejo humano de ter companhia cósmica, levando em conta que ele é um estudioso dessas  questões, todavia no artigo ele analisa com o olhar de uma criança. 

O UNIVERSO E A VIDA

A evolução não leva à vida
complexa e inteligente:
ela leva a formas de vida bem
adaptadas ao seu ambiente

MARCELO GLEISER

Se você tem prestado atenção nas últimas notícias sobre ciência, deve ter percebido que está chovendo planeta.

Na semana [retrazada], astrônomos da Universidade de Genebra, na Suíça, descobriram o planeta que mais se parece com a Terra até agora, ao menos em termos da sua massa e posição. O HD85512 b tem massa 3,6 vezes maior do que a da Terra e orbita sua estrela na "zona habitável", região onde a água, se existir, pode ser líquida.

Claro, não sabemos ainda se existe vida no planeta, ou mesmo se ele é rochoso como a Terra. Serão anos até que seja possível analisar, mesmo que superficialmente, a composição de sua atmosfera. Porém, o entusiasmo é justificável: quanto mais planetas semelhantes à Terra forem encontrados, maiores as chances de a vida existir em outro lugar. As descobertas recentes mostram que planetas como a Terra devem existir. Será que o Universo é mesmo propício à vida?

Cientistas acreditam que a vida é comum no Universo devido à regularidade das leis da física e da química. Galáxias distantes se movem segundo as mesmas leis que conhecemos aqui na Terra; suas estrelas e gases são compostos pelos mesmos elementos químicos.

Portanto, é razoável supor que os mesmos processos que levaram a vida a surgir aqui na Terra há cerca de 3,5 bilhões de anos devem ter ocorrido em outras plataformas planetárias. Esse é o argumento da regularidade cósmica.

Mas será suficiente? A suposição é que, se a física e a química são as mesmas, a biologia também será. Quando pensamos em vida extraterrestre, estamos implicitamente supondo que ela obedece à teoria da evolução por seleção natural de Darwin. Claro, só saberemos se esse é mesmo o caso quando obtivermos uma amostra de vida alienígena e estudarmos suas propriedades e composição genética. Porém, é difícil imaginar que os princípios dar-winistas não se aplicarão.

Mas isso nada diz sobre as particularidades das formas de vida. Quando falamos de vida extraterrestre, é fundamental distinguir entre vida unicelular e vida multicelular. Ao contrário do que muitos supõem, a evolução não leva da vida unicelular à vida complexa e inteligente: ela leva a formas de vida bem adaptadas ao seu ambiente.

Aqui na Terra, durante 2,5 bilhões de anos, a vida se resumiu a seres unicelulares. As transições que levaram da vida unicelular à vida multicelular complexa foram muitas e são ainda pouco compreendidas: de células simples a células com o material genético isolado, como as nossas; daí a seres multicelulares; deles, a criaturas com órgãos diferenciados, mas cuja funcionalidade é integrada.

O que aprendemos com o único exemplo que conhecemos é que a história da vida num planeta depende completamente da história geológica desse planeta (ou lua). Se pudéssemos mudar um evento importante na nossa história, digamos, a colisão com o asteróide que exterminou os dinossauros, a história da vida terrestre teria sido outra. Provavelmente, não estaríamos aqui. Do que vemos até agora, a Terra permanece uma joia rara no cosmo. E merece nosso respeito e cuidado.”