sexta-feira, 29 de junho de 2012

PREVIDÊNCIA MUNICIPAL É SEGURA?

Em Belém constatado desvio de recursos da previdência municipal 

Instituto de previdência municipal 
é uma mina de dinheiro e 
pode atrair a cobiça de 
pessoas mal intencionadas 

WALQUER CARNEIRO


Instituto de previdência próprio do município de Dom Eliseu, muitos dos leitores deste blog acompanharam a implantação desta instituição que substituiu o INSS para os servidores públicos municipais, e para a implantação desta previdência social em Dom um projeto de lei foi enviado à câmara municipal para a apreciação dos vereadores. O projeto tramitou na casa de leis por quase 30 dias e recebeu críticas tanto de vereadores de oposição, como Daniel Andrade (PT) e Genilson Cavalcante (DEM), como também de vereador da situação como a vereadora Claudia Machevesk (PDT), além de que o Partido dos Trabalhadores (PT), capitaneado por Gaston Seviero, sob os auspícios de Eduardo da Luz, presidente do diretório do PT local, empreenderam uma cruzada na mídia local e nas comunidades e categorias de trabalhadores contra a instituição do IPSENDE . 

Os principais argumentos contrários a implantação do IPSEMDE - Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Dom Eliseu foi que não haveria garantia de que recursos arrecadados com a contribuição dos servidores municipais seriam realmente direcionados para os fins designados, que é a aposentadoria e tratamento de saúde, além de que os críticos argumentavam também que esses recursos poderiam ser usados indevidamente pelo gestor municipal. Todavia, mesmo com todas as críticas o implantação do IPESENDE foi aprovado em 2010 e conta com uma equipe de fiscalização que acompanha todo o processo de arrecadação e aplicação dos recursos captados através da contribuição dos servidores. 


Até agora não registro de uso indevido do dinheiro do contribuinte municipal, mas isso não quer dizer que algum ilícito não possa ser prático, há sim essa possibilidade, e um exemplo da criatividade humana para cometer mal feitos aconteceu recentemente envolvendo servidores do instituto de previdência social do município de Belém. As informações estão contidas na página do Diário do Pará ( para mais informações clique AQUI ) na internet relatando que a polícia civil de Belém deflagrou uma operação para esclarecer desvio de dinheiro da previdência municipal de Belém, supostamente efetivado por funcionário daquele instituto. Os dois funcionários são marido e mulher e trabalhavam no setor de informática de onde supõem-se que originou-se a fraude. ( Com informações de DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário