sábado, 9 de fevereiro de 2013

-A ELITE BRASILEIRA QUER FECHAR O CONGRESSO-

O que está por trás da campanha contra Renan Calheiros? 

A corrupção no Brasil é endêmica, 
mas ao invés da mídia fazer uma campanha 
honesta por moralização a intenção é arrancar 
o poder daqueles que incomodam a elite 

WALQUER CARNEIRO 

A campanha midiática contra o presidente do senado e da câmara é uma vergonha. Pois o que se vê é a total falta de força política da oposição ao PT e aliados. Então os TUCANOS e DEMOS, que não tendo mais influência e força política própria, usa o seu último recurso que é a mídia corporativa que representa os desejos da casa grande. 

Quando foi que a mídia se envolveu em uma campanha para revelar à todo Brasil quem são os verdadeiros corruptores desta nação? Porque é que a mídia só mostra os mal feitos de políticos do PT e aliados? Será que é somente no PSDB, no Democratas, PPS e PSol é que existem pessoas honestas? 

Estes dois senhores, Renan Calheiros e Henrique Alves, não são melhores e nem piores dos que restante dos parlamentares das duas casas. E mais, estes dois senhores serviram e foram considerados bons e aceitos para compor o quadro de apoio político do PSDB no governo FHC, será que só agora é que eles resolveram cometer erros? Ou será que não interessa à casa grande que esses senhores apoiem ao PT e garanta sustentação ao governo Dilma? Cujo projeto de governo, para citar um exemplo, incluiu, nos últimos dez anos, mais de 20 milhões de pessoas no ensino superior, sendo que destes foram mais de 15 milhões pessoas das classes sociais mais baixas, todavia a grande mídia corporativa não divulga fatos como esses. ( Clique aqui para ler detalhes )

Temos que fazer um movimento pela moralização e imparcialidade dos grandes meios de comunicação do Brasil que acham que têm o direito de ir contra a vontade do povo cujos votos levaram estes senhores aos cargos que ocupam agora. 

Criticar e mostrar erros é uma coisa, agora querer interferir no processo político democrático não é papel dos meios de comunicação. 

A mídia corporativa está tentando demonizar o congresso como fizeram em 64, quando foi dado o golpe militar, justamente porque essa elite escravagista e reacionária viu, na época, que através do voto ela nunca mais voltaria comandar e desmandar no Brasil, e para retomar o poder chamaram os militares para essa aventura que levou o Brasil a 27 anos de ditadura. 

Todavia , ao contrário do que tenta mostrar a Globo e a Veja, hoje, a economia Brasileira está sob controle e o Governo Dilma está cuidando bem da área social, o povão está se sentindo amparado, e é isso o que incomoda a elite escravagista brasileira que já foi representada no governo central do Brasil por FHC e os Tucanos do PSDB, mas não coseguiram garantir a soberania para o povo. 

Mas se a economia vai bem e as políticas sociais estão surtindo efeito isso não agrada aos representantes da casa grande que não suportam ver o pobre com mais dinheiro, indo para a universidade, calçando bons sapatos e vestindo boas roupas, e isso acontece porque o governo do PT e aliados está distribuindo melhor a renda, (não ainda da forma que seria ideal), mas essa renda redistribuída não surge do nada, como mágica, ela sai do bolso daquela minoria que a séculos vem se apropriando das riquezas do país em detrimento da maioria. 

É isso que mais incomoda a elite que ainda vive na casa grande e que são os verdadeiros corruptores da nação. São esses que estão levando avante essa campanha de desmoralização do Senador Renan Calheiros e do Deputado Henrique Alves. Agora esses que querem a cabeça dos parlamentares não tem coragem de apontar quem é que os substituiriam em seus cargos. 

Em resumo, o que a mídia quer é desmoralizar o congresso, atingir a Dilma e o PT para que o STF declare a institucionalidade do sistema e determine o fechamento do congresso e depois cassar o mandato do presidente do Brasil para que o STF decida que um representante da casa grande assuma a vaga. Pois através do voto livre e democrático os representantes da casa grande nunca mais voltam ao poder.

Um comentário:

  1. Muito bem Walquer abra o verbo faça seu papel revolucionário socialista.

    ResponderExcluir