sábado, 10 de novembro de 2012

PESQUISA FAZ MAPEAMENTO DE ATEUS NO PLANETA

Ateísmo em ascensão em países asiáticos e europeus

A porcentagem das pessoas que 
se consideram ateus é 9% maior hoje 
do que em relação ao ano de 2005,
e a China é o país com mais ateus

FONTE - BLOG DO CARLOS MAIA

Uma pesquisa recente que analisou mais de 51.000 pessoas em 57 países revela que o ateísmo está crescendo globalmente em quase 10 por cento, com várias nações asiáticas e europeias experimentando o maior crescimento. A maioria da população do mundo, no entanto, ainda se considera religiosa.

Foi encontrado que as mulheres são um pouco mais ateias que os homens, com 14 por cento das mulheres entrevistadas dizendo que são ateias convictas, em comparação com 12 por cento dos homens. Aqueles com um diploma universitário eram mais prováveis de serem ateus (19 por cento), enquanto os idosos com mais de 65 anos de idade foram os mais religiosos, com 66 por cento.As pessoas foram convidadas a responder a pergunta: "Independentemente de você assistir a um culto ou não, você diria que é uma pessoa religiosa, uma pessoa não religiosa ou um ateu convicto?" - E de acordo com a Pesquisa de Opinião REDC, 13 por cento dos entrevistados disseram que são ateus convictos. Embora esse número seja ainda menor do que os 59 por cento dos religiosos e 23 por cento das pessoas não-religiosas, é cerca de 9 por cento superior ao levantamento anterior, em 2005.
"Há um declínio notável em todo o mundo na auto-descrição de ser religioso," um comunicado de imprensa sobre a pesquisa observou.

Entre os 10 países mais ateus estiveram quatro países da Ásia e seis países europeus. As nações ateístas foram as seguintes: China (47 por cento), Japão (31 por cento), República Checa (30 por cento), França (29 por cento), Coreia do Sul (15 por cento), Alemanha (15 por cento), Holanda (14 por cento) , Áustria (10 por cento), Islândia (10 por cento) Austrália (10 por cento) e Irlanda (10 por cento).

Os países mais religiosos, por outro lado são mais diversificados, com representantes de cada continente, além da América do Norte. Em Gana, 96 por cento das pessoas se identificaram como religioso, em comparação com a Nigéria (93 por cento), Armênia (92 por cento), Fiji (92 por cento), Macedônia (90 por cento), Romênia (89 por cento), Iraque (88 por cento), Quênia (88 por cento), Peru (86 por cento) e Brasil (85 por cento).

Nos Estados Unidos, 60 por cento das pessoas disseram que eram religiosas, enquanto 30 por cento eram não-religiosas, e 5 por cento eram atéias. Outras 5 por cento não tiveram resposta.
O país que relatou um dos maiores números da perda da religião foi a Irlanda, que passou de 69 por cento em 2005 para 47 por cento em 2012 em termos de pessoas dizendo que são religiosas. Embora a pesquisa não especule as razões para esta mudança, a Igreja Católica Romana, a qual muitos irlandeses pertence, foi envolvida em escândalos de longa data de abuso infantil nos últimos anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário