terça-feira, 4 de setembro de 2012

VENDO A SI MESMO

Espiritualmente quando julgamos também estamos sendo julgados


Esforçamos para ver o
lado mal do nosso semelhante
porque todos temos
nosso lado negativo

POR PAULO COELHO

“Quando olhar os seus companheiros, procure ver a você mesmo”, disse o mestre japonês Okakura Kakuso. 

“Mas isto não parece uma atitude egoísta? Se sempre ficarmos preocupados conosco mesmo, jamais veremos o que os outros têm de bom para oferecer”, disse um discípulo. 

“Oxalá sempre conseguíssemos ver as coisas boas nos outros”, contestou Kakuso. “Mas na verdade, quando olhamos o próximo, estamos apenas procurando os defeitos. Tentamos descobrir sua maldade, porque desejamos que fosse pior que nós. Nunca perdoamos aqueles que nos ferem, porque achamos que jamais seríamos perdoados. Conseguimos ferí-los com palavras duras, alegrando que o que dizemos é verdade – quando estamos apenas tentando esconder a nós mesmos. Nos refugiamos no orgulho, para que ninguém possa ver nossa fragilidade. Por isso, sempre que estiver julgando o seu irmão, tenha consciência de que é você quem está no tribunal”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário