quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

PATO VERMELHO. O RETORNO

Ainda pequenininho aprendi que poleiro de Pato é no chão


Pato Vermelho mais uma vez 
circulando no perímetro
das redes sóciais que rola na
internet em Dom Eliseu



Poleiro de Pato é no chão de onde não tem jeito de cair, e uma bela moita de bananeira na escuridão da noite serve para se esconder. Tô de volta no terreiro, e como não consigo ciscar vou espalhando com o bico.

Tenho algumas novidades e uma delas e que estou recebendo a ajuda de alguns camaradas no apoio para a coluna do Pato Vermelho neste espaço que o Carneiro cedeu para eu poder contar as histórias reais deste município. A partir desta edição se juntam a mim o Bem Te Vi, o Pica Pau, a Cutia e o Indio Capiau, formado a equipe de inteligência patal F.B.P – Fatos e Boatos do Pato -, que a partir de agora irão munir este Pato de informações.

VEREADORA BRIGA POR VIATURAS

Rapaz!!!!! Tem certas coisas que acontece que, até para esse Pato, parece ser brincadeira, e só acredito para não perder a piada, pois do contrário seria fugir da realidade. É caso do nervosismo da vereadora Cinélia com a atuação de seus colegas na câmara de vereadores, mormente com os dois vereadores que dividem com ela o curral eleitoral lá de Vila Bela Vista. E agora mais recentemente o seu alvo passou a ser o vereador Genilson Cavalcante. Logo ele ?!

Vá lá, eu entendo que a vereadoras Cinélia faz um lindo trabalho de assistencialismo lá na Vila Bela Vista, o que, de certa forma, vem garantindo votos e assegurando sua cadeira na câmara já por três mandatos, mas para parecer que ela realiza uma atuação mais substancial tem utilizado os seus bons contatos com o comando da PM em Paragominas, e essa performance vem surtindo efeito positivo, pois, hoje, pelo empenho da vereadora a Vila Ligação conta com um posto avançado de PM com cinco policiais, além de viaturas que vieram para Dom Eliseu atendendo a Vila Bela Vista. 


No entanto a vereadora acha que pode monopolizar a situação, e sabe por que ? Bom eu vou te contar o que aconteceu. No mês de novembro o vereador Genilson registrou na tribuna da câmara que havia solicitado ao deputado Márcio Miranda a sua intervenção junto ao governador para que as polícias de Dom Eliseu recebessem novas viaturas, e a vereadora não gostou da atitude de Genilson e retrucou alegando que era ela que havia conseguido as viaturas.

O vereador Genilson, com toda a sua tranqüilidade, nem se abala. Mesmo sendo ele o parlamentar, que de certa forma, representa politicamente o governo do estado na câmara de vereadores ele tem a consciência limpa e a sensação do dever cumprido.

CAMINHONETE DA CÂMARA HÁ TRÊS ANOS NA OFICINA

Uma das adversárias da Cinélia no mundo político de Vila Bela Vista é a vereadora Claudia, aquela que não perdoa, hummm essa doeu !!! A vereadora Claudia está investigando a situação de um veículo que pertence ao patrimônio público da câmara de vereadores.

A vereadora Claudia é quem não está muito satisfeita com a mania de general da Cinélia. Claudia, que não é boba e nem nada, agora quer saber por que é que quando Cinélia era presidente da câmara a caminhonete L 200 da câmara desapareceu. De acordo com informações da central de espionagem F.B.PATO a caminhonete está no estaleiro em uma oficina mecânica de Dom Eliseu desde maio de 2009. É mole ??!!!

Naquela data o veículo apresentou um defeito quando vereadores viajam para Belém. Ao efetuar a reposição de óleo lubrificante esqueceram de acochar as braçadeiras do filtro, e no meio da viagem a peça caiu e o motor da L 200 pifou. É brincadeira !!! Depois de três anos a caminhonete não foi recuperada, e que mais irritou a vereadora Claudia é que nos últimos anos foram retiradas várias peças do veículo.

O espião do Pato suspeita também que a Caminhonete não foi recuperada porque foi adquirida, em 2007, na gestão de presidente da câmara do vereador Claudio da Conceição, que era o vereador do PT na época. O pior é que, exceto a vereadora Claudia, todos os atuais vereadores fizeram vistas grossas para o sumiço da L 200. Humm !! Aí tem coisa, e é da fedorenta.

PT DE DOM ELISEU FOGE DAS PRÉVIAS

Vocês conhecem aquele ditado que diz: - Gato escaldado com água quente tem medo de água fria ? – Pois é semelhantemente é o Gaston em relação ao PT de Dom Eliseu. Espera aí que eu vou explicar e você vai entender...

O PT tem a mania de democracia interna, e, diante deste lance, o partido costuma realizar prévias eleitorais em muitos municípios, ocasião em que os diretórios municipais fazem eleições internas com pré candidatos a cargos majoritários.

Em Belém, por exemplo o PT, este ano, realizou prévias eleitorais internas onde dois pré candidatos, Claudio Puty e Alfredo Costa, disputaram a vaga de candidato a prefeito de Belém. As prévias do PT são conduzidas da seguinte forma: -Dois filiados apresentam seus nomes como pré candidatos a prefeito e o partido chama os filiados para votar e escolher quais dos dois será candidato. Parece simples né? Mas não é bem assim, pois na maioria das vezes o processo das prévias não é conduzido de forma pacífica e ordeira.

Em Dom Eliseu, por exemplo, o Gaston, manda chuva do PT local, bateu o martelo outubro de 2011 que não haveria previas, e que ele só continuaria no partido se houvesse concordância que ele fosse o candidato natural da legenda, e a razão desta imposição foi o trauma que ficou da disputa pela vaga de candidato em que ele participou concorrendo com o pastor Elias Martins em 2008.

Naquela ocasião a vaga foi disputada como se dela dependesse a sobrevivência dos dois líderes, e assim o partido foi dividido em duas facções que foram as vias de fato chegando até as agressões físicas entres apoiadores do Gaston e Pastor Elias. E assim aconteceu que o PT foi rachado para as eleições de 2008, com a turma do Pastor Elias indo apoiar a turma do Silon, o que garantiu para esse o segundo lugar, sendo que o Gaston teve que se contentar com o terceiro lugar. Oh dó!!! Coitado dele !!!!

PERSEGUIÇÃO POLÍTICA OU VACILO DO PMDB

Outro dia o prefeito Joaquim Nogueira falou no seu programa semanal na Rádio Comunitária que a sua administração foi atrapalhada por perseguições políticas que ele sofreu por mais de dois anos, perseguição essa, segundo ele, promovida por seus adversários com a finalidade de enfraquecer a sua atuação, disse referindo-se ao processo que ainda responde na justiça eleitoral.

Todavia o prefeito se esqueceu de lembrar que o processo que rola contra ele não é baseado em uma fantasia dos seus adversários políticos, pois tudo começou com uma lambança cometida por pessoas ligadas ao PMDB local, já que em plena campanha eleitoral de 2008 o Gaston, em uma caminhada pelo Bairro Bom Jesus, deu um flagrante de suposto ilícito eleitoral onde ficou constatado a distribuição de remédios e consultas médicas em uma casa de um filiado e membro do PMDB de Dom Eliseu, no local estaria também a sobrinha de um dirigente do partido. Na ocasião foi comprovado, através de testemunhos de populares moradores do Bairro Bom Jesus, que ao terminar a consulta e entregar o remédios as pessoas eram convidadas a votar no 15, número da legenda do PMDB.

A galera do PMDB de Dom Eliseu justifica que as consultas e os remédios, junto com os servidores que estavam no Bom Jesus, faziam parte de um programa do governo estadual de atendimento de saúde a famílias carentes, programa esse que teria sido aprovado bem antes do período eleitoral. Só que é bem aí que a porca torce o rabo se não for rabicó. Na época a Secretaria de Estado de Saúde estava sendo comandada pelo grupo de PMDB paraense. É só ligar os fatos.

O PT E AS DÍVIDAS PENDENTES

Divida de campanha eleitoral tem quer ser honrada, mas parece que a equipe do comitê financeiro do PT de Dom Eliseu na campanha a prefeito do Gaston Seviero em 2008 não conhece esse principio básico que firma a confiança de apoiadores para futuras eleições, e por tabela o PT de Dom Eliseu poderá sofrer as conseqüências de uma traquinagem perpetrada pelo tal comitê financeiro que poderá levar problemas ao Gaston agora em 2012. Vixe Maria!!!! Agora esse Pato vai pro brejo!!!
Agora, nas beiradas de uma eleição, estão surgindo boatos de dívidas contraídas na campanha com duas empresas de transporte que prestaram serviços conduzindo pessoas durante a campanha a em 2008, as quais até hoje não receberam pelos serviços, prestados. O Gaston não nega o débito, e justifica que ainda não cobriu o compromisso porque na ocasião não foi informado de que veículos foram alugados pelo comitê eleitoral que coordenou a campanha, e o candidato só ficou sabendo da dívida após o termino da campanha eleitora. Humm !! Tem lagarta nesta salada !!

A verdade é que os diretores das empresas que alugaram os veículos não aceitam justificativas, e querem mesmo é receber o que tem direito, o que é mais do que justo sim senhor !! E o pior é que há a possibilidade do assunto ser posto como pauta de discurso de palanque na campanha eleitoral 2012, e o mais cruel é que um dos credores está disposto a fazer a denúncia.

Enquanto pato que sou faço a seguinte reflexão, tendo em mente que a palavra dada tem que ser palavra cumprida. Assumir a parte da responsabilidade é uma questão moral para o PT, pois a campanha em 2008 levou o nome e a estrela do PT além da imagem do candidato Gaston.

3 comentários:

  1. Parabens Walquer .seu colaborador vai direto ao assunto, é disso que eu gosto e Dom eliseu precisa.
    Muitas felicidades e parabens pelo seu blog

    ResponderExcluir
  2. Espero que nos população veja esta situação do veiculo da camará de vereadores, e os vereadores ainda faz vista grossa para um caso deste, pelo jeito quem ainda não aceita muita coisa e a vereadora Claudia, ela nunca manda recado fala mesmo é na lata....

    ResponderExcluir
  3. Sr. Pato vermelho e serviço de inteligencia. está ou não havendo censura nos meios de comunicação? opinar em nossa cidade está proibido? Eu opino mais não critico. pensar e raciocinar está proibido até outubro, ou quem sabe até novembro? Tenho medo de falar, não abro a boca mais até para comer. O tal "carequinha" parece um sensurador da epoca da ditadura. As pessoas ou melhor os cidadãos estão com medo de falar e opinar nos meios de comunicação. Precisamos de uma investigação PATOLÍNICA urgente!Acho que a sensura voltou. O nosso direito de expressão está proibido. Deveriamos ficar calados ou de veriamos abrir o "bico".

    ResponderExcluir