segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ATLETAS NA MIRA DA LEI

Jogadores brasileiros acusados de facilitar contrabando

Sheik e Diguinho são acusados de 
compra ilegal de carros de luxo 
provenientes de um esquema mafioso 
envolvendo drogas e jogos ilegais 

FONTE FOLHA DE SÃO PAULO


O Ministério Público Federal ofereceu denúncia contra os jogadores Emerson Sheik, do Corinthians, e Diguinho, do Fluminense, suspeitos de envolvimento com uma quadrilha que importava ilegalmente carros de luxo. 
 A denúncia ocorre depois que a operação Black Ops, da Polícia Federal, localizou um grupo que atuava na importação de veículos de luxo usados de várias marcas e modelos. 
A partir de interceptações telefônicas, o Ministério Público identificou a suposta participação de Sheik na compra de uma BMW X6. Ele ainda teria intermediado a compra de outra BMW X6 para Diguinho. À época os dois jogavam no Fluminense. 
No Brasil é proibida a importação de carros usados --com exceção daqueles com mais de trinta anos de fabricação e os recebidos por herança, por exemplo.

Saiba mais detalhes acesse FOLHA DE SÃO PAULO

Nenhum comentário:

Postar um comentário