segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

NAS FÉRIAS DE DILMA, PROTESTOS DE QUILOMBOLAS


Quilombolas protestam contra a Marinha em estadia de Dilma

Trabalhadores sentem-se
constrangidos com a
presença da marinha e pedem
providências à presidente  

FONTE – PORTAL VERMELHO


Integrantes da comunidade quilombola Rio do Macaco, instalada em um trecho das margens da Baía de Todos os Santos, aproveitaram a presença da presidente Dilma Rousseff na Base Naval de Aratu (região metropolitana de Salvador) nesta segunda-feira (2) para protestar. Segundo eles, a Marinha tem feito pressão para que deixem o local devido à proximidade deles com uma vila militar.
As 50 famílias se queixam que os fuzileiros "passeiam à noite pelas suas roças" criando clima de tensão e afirmam que o acesso à comunidade é controlado pelo portão de entrada da vila militar.

O grupo portou várias faixas cobrando uma "solução" por parte da presidente. Entres as frases havia "Marinha quer expulsar comunidade Rio do Macaco", "Vai permitir isso presidenta?" e "Dilma tem que nos ajudar". Os manifestantes levaram ainda o "bumba-meu-boi" para o protesto realizado próximo ao muro que isola a Praia de Inema, privativa da Base Naval à de São Thomé de Paripe.

O Terra entrou em contato com o Comando do 2º Distrito Naval da Marinha e com a vila militar da base naval, mas não encontrou ninguém para comentar o protesto.

Com informações do Portal Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário