segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

MARIO COUTO OUTRA VEZ

Mais uma lambança na Alepa envolve Mario Couto
 
Desta vez os promotores
detectaram fraudes no valor de
13 milhões favorecendo apaniguados
do senador na assembléia


 ADM. DO BLOG

Mais uma vez o nome do senador paraense Mário Couto aparece como suspeito de falcatruas na Assembléia legislativa do Pará – ALEPA - , e agora o senador está envolvido em fraudes de licitações para executar obras naquela casa de leis, e outra  vez a atuação do  Ministério Público do Estado (MPE), por meio dos promotores de justiça Nelson Pereira Medrado e Arnaldo Célio da Costa Azevedo,  foi preponderante para  intimar o Couto e mais 11 pessoas que usaram nomes de pessoas e empresas, sem que essas soubessem,  para falsificar e manipular o resultado das licitações .
 
As fraudes identificadas incluíram a montagem e o direcionamento das licitações. Assinaturas eram falsificadas e empresas que sequer haviam tomado conhecimento dos processos licitatórios apareciam como participantes. Com isso, acontecia o favorecimento de pessoas e empresas, causando uma grande sangria no erário.
 
Ao todo, foram identificadas fraudes em cento e um procedimentos licitatórios para a contratação de serviços de engenharia no único prédio daquele poder e que, no período apontado atingiu o montante de R$-13.310.502,72, em um período de três anos.
 
Os  promotores pedem a cassação do mandato e dos direitos políticos do senador Mario Couto e solicita à justiça que seja devolvido ao erário o valor desviado, já que na época o senador era presidente da ALEPA e provavelmente tinha ciência do estava ocorrendo.
 
Saiba mais clicando AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário