sexta-feira, 6 de maio de 2011

POEMA PRA VARIAR



ATITUDE CONCRETA
                                    Walquer Carneiro/2002
O


pedreiro assenta o tijolo
Com a massa feita no chão,
O engraxate lustra o sapato
De todo e qualquer cidadão.

O poeta junta as letras
Para falar do seu ideal
Incentivando toda a massa
Na luta contra o temporal.

O médico e a medicina
É pra curar o doente.
O ouro do anel da madame
Produz o amor que ela sente.

As letras do dicionário
É para dar significado
E transmitir a  mensagem
De tudo o quer for falado.

O juiz atento tudo observa,
O advogado acusa e defende,
A polícia indaga e desvenda
Sendo culpado ela prende.

Para viver nesta terra
Todo ser tem sua sina,
A sina de todo poeta
É encontrar uma rima.

O boi no pasto remoendo
O capim sua alimentação,
Inconscientemente preparado
Para matar a fome da população.

A palavra  grito de ordem
Se espalha em  todo lugar
Mostrando  que é preciso viver
Sem  desistir,  sofrer ou chorar.

O alicerce sustentando tudo
Invisivelmente inabalável,
Tudo que existe  ele contém  
Até mesmo o imponderável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário