terça-feira, 11 de setembro de 2012

ELEGIA PARA UMA CIDADE ABANDONADA

Querer bem a cidade, sentimento de adolescente

A Jovem Samira, estudante
de 9 anos é uma poeta nascente
cujo sentimento é latente
por amor a sua cidade

DA REDAÇÃO



Samira Rolin está cursando o quinto ano do ensino fundamental, nasceu em Dom Eliseu e mora em Vila Bela Vista. A jovem poeta tem a rara sensibilidade de sentir às coisas ao seu redor e conseguir colocá-las em forma de palavras escritas de forma coerente. Esse é um dom que poucas pessoas recebem. Vejam a baixo um poema de Samira.




COMO VEJO MINHA CIDADE
Autora - Samira  Rolim

No bairro onde moro, não tem alegria
Vizinhos sofrendo por falta de emprego
O bairro onde  moro é abandonado
Tem muita gente sofrendo calado.

Houve tempos em que só era alegria
Muita amizade, ternura e carinho.
Agora é um ambiente de muita dor
Pois quem estar no poder, nunca se importou.

Coitados daqueles pais que saem da cidade
Para sustentar a família.
Tem gente que não agüenta mais isso!
Queria vê-la sem sofrimento, com emprego
E desenvolvimento.

Gostaria que nela existisse tudo
Que há em minha fantasia:
Casas belas, lindos jardins,
Com flores bonitas, perfumadas com jasmins
Assim seria a cidade, que sonhei pra mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário