domingo, 26 de fevereiro de 2012

OS DEZ MANDAMENTOS NA ERA DA RAZÃO

O avanço tecnológico e a regressão moral

A saga humana na terra está 
chegando a um ponto crítico 
onde a raça está perdendo a 
noção de sua própria existência 

WALQUER CARNEIRO

Em todos os lugares do planeta terra vemos o aumento da corrupção e da imoralidade. O que se vê é o completo desrespeito à divindade e, consequentemente, aos valores humanos que são essenciais para a boa convivência entre os indivíduos. Não se vê mais a preocupação entre as pessoas com o acatamento a alguns princípios do contrato social proposto por Jean-Jacques Rousseau, e nem tão pouco às leis instituídas e convencionadas.

Num momento de alto desenvolvimento da ciência e tecnologia e do pensamento dialético, paradoxalmente, vemos a população humana, em todos os estratos sociais, regredindo ao seu estado de natureza mais primitiva de comportamento, onde está sendo levado ao extremo o caminho entre as idéias com indivíduo se perdendo em meio ao libertarismo. Isso é realidade.

Muito antes de qualquer sociedade humana primitiva os Hebreus compuseram o mais perfeito e condensado rol de regras para direcionar a prática do respeito para a boa convivência entre humanos. O decálogo foi dado a Humanidade em um tempo em que humanos viviam em sua condição mais primitiva de existência, e que no estágio moral em os seres humanos se encontram nesta era atual se faz necessário levar em consideração. Os Dez Mandamentos são regras simples, mas de enorme utilidade, e que podem ser utilizados em qualquer situação e aplicados em qualquer circunstância e época, mas que, todavia não mais são levadas em consideração.

Os quatro primeiros mandamentos orientam os seres humanos para o respeito ao Criador, por isso mesmo são os primeiros. Os seis mandamentos restantes falam dos direitos e deveres dos seres humanos entre si, e estes só podem ser levados à prática se os quatro primeiros forem internalizados no inconsciente coletivo. 
 
 OS DEZ MANDAMENTOS

1º - Não terás outro deuses diante de mim; 

2º - Não farás para ti imagens de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra; 

3º - Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus em vão; 

4º - Lembra-te do dia de sábado, para o santificar; 

5º - Honra teu pai e tua mãe; 

6º - Não matarás; 

7º - Não adulterarás; 

8º - Não furtarás; 

9º - Não dirás falso testemunho contra teu irmão; 

10º - Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, e nem coisa alguma que pertença ao teu próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário