terça-feira, 29 de novembro de 2011

VEREADOR ENFORCADO

Vereador do PT de Santa Catarina é encontrado morto

Vereador  pré-candidato
a prefeito estava acusando  
outro parlamentar por
prática de corrupção

FONTE – REDE BRASIL ATUAL / POR: FELIPE PRESTES
    
O vereador de Chapecó Marcelino Chiarello (PT) foi encontrado morto por volta do 12h da segunda-feira (28) em sua residência no município de quase 200 mil habitantes, no oeste de Santa Catarina. Ele foi encontrado enforcado, mas a polícia aguarda a conclusão da perícia para se pronunciar e adianta que todas as hipóteses, inclusive assassinato, serão analisadas.

Colegas de partido levantam suspeitas contra um vereador do PSD que estava sendo denunciado pelo petista. "Ele não estava deprimido. Não era psicótico, não tomava medicamento. Estava feliz, falava em se candidatar a prefeito", afirma a vereadora Angela Moreira Vitória, também do PT.

Angela diz que Chiarello fazia muitas denúncias de corrupção. A denúncia mais atual era contra o vereador Dalmir Pelicioli (PSD). Como subprefeito de Chapecó, Pelicioli estaria desviando pequenas subvenções sociais destinadas a entidades associativas. Com a denúncia de Chiarello, Pelicioli foi afastado do cargo e voltou para a Câmara dos Vereadores. O PT pedia sua cassação, enquanto ele pedia cassação dos petistas por calúnia.

Angela ressalta que Chiarello fez outras denúncias. Outra recente foi de irregularidades na aquisição de lombadas eletrônicas pela Prefeitura. "Outra pessoa pode ter se aproveitado desta briga com o Pelicioli", cogita a vereadora. "Está todo mundo apavorado. Ninguém podia imaginar algo desta natureza", completa.

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati, que é do PT catarinense, entrou em contato com o governador Raimundo Colombo (PSD) e com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT), para pedir rigor na apuração do caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário