segunda-feira, 11 de abril de 2011

TRAGÉDIA EM REALENGO

Acredite. A imprensa está se fartando com a morte dos pequenos


O assassinato das crianças
mata a fome da imprensa
que não esconde a sua
alegria com a tragédia

WALQUER CARNEIRO                                                    


Dentre tantas tragédias na onda de violência que assola o mundo o que mais me abala são aquelas que acontecem de forma premeditada, pensada e com o fito apenas de fazer o mal. O drama de Realengo pegou todo o Brasil de surpresa causando  certo constrangimento calado nas pessoas que acompanharam o acontecido de longe, e uma enorme excitação nas pessoas que vivenciaram o macabro fato de perto.
Eu fiquei estarrecido com as mensagens que consegui desvendar nas entrelinhas dos noticiários e comentários dos especialistas que  dão seus pitacos  tentando entender a atitude do rapaz que intentou contra as crianças. A mensagem é quase imperceptível e diz mais ao menos o seguinte: O Brasil agora faz parte dos países onde os esquizofrênicos realizam atos dignos dos loucos do primeiro mundo.
Outro fato que me preocupa é que a imprensa cobre o acontecimento com uma preciosidade didática,  como quem  quer ensinar para todas as pessoas, passo a passo, como é que um louco que esteja assistindo a TV, lendo o jornal, ou navegando na internet possa reproduzir aquela mesma ação. É como se fosse  assim: “Como praticar uma chacinas em dez lições”.
E a minha preocupação não é apenas fruto de uma provável  paranóia, porque de acordo com levantamento oficiais em cada grupo de 25 pessoas no mundo, uma sofre de esquizofrenia, e dessas cerca de 2% sofre de alucinações e mania de perseguição, e outros tantos estão vendo a reprodução didática da tragédia nos meios de comunicação.

A N J O   N E G R O   DA   V I N G A N Ç A
Um homem com pensamentos tantos,
Ele com as armas na mão.
Crianças numa caixa de concreto,
E o homem com alucinação.
Porque o homem matou?
Porque crianças?
Porque meninas?
O furor dos seus olhos cegos
Claros pensamentos turbilhão.
O olho da câmera que registra
E na maior audiência é a aposta,
A análise do especialista
Tudo para encontrar uma resposta
Para o sacrifício vespertino.
Agonia daqueles que esperavam
Estarem os infantes em segurança
E sem ao menos esperar
Abaixou o anjo negro da vingança.


                                                                                                          

2 comentários:

  1. Bom dia!!!

    Concordo plenamente com vc.
    É tudo tão irresponsavel, sabendo eles que isso é comprovado, que até atos de suicidio não são divulgados pra que os propensos a isso não tome coragem, e eles ficam massacrando o povo com essas noticias, quem quer entender porque um esquizofrenco fez isso ou aquiloem qual site andava, que arma usou, como se faz pra aprender a atirar, affff
    O que eu quero entender é porque familias que sabem que tem esses tipos de doentes, já até em tratamento, largam de mão, porque ele já em tratamento e tendo abandonado, o estado não viu e procurou, porque o medico sabe o perigo que um ou outro paciente tem pra sociedade.(isso se tivessemos um sistema de saude que prestasse)
    Pra mim omissão de todas as partes e a imprensa como sempre urubuzando e querendo que mais tragédias aconteçam pra ficar dando ibope.
    E o povo ... hum.
    Além de contar seus mortos, fica dando ibope pra esses idiotas que deviam sim tá cobrando das autoridades, maior cuidado com seus doentes, fazendo o mesmo levantamento que vc fez, e cobrando uma melhoria no atendimento a esses pacientes que na maioria das vezes nem acesso a consulta tem, quanto mais a tratamento
    remedios então, nem pensar.
    Somos uma sociedade, entregue a propria sorte, andando com verdadeiras bombas relogios por aí sem ajuda nem tratamento algum.

    ResponderExcluir
  2. Louvável raciocínio, nobre Carneiro. Se a escola midiática ensina, os alunos esquizofrênicos apredem. Até nisso o Brasil copia os States. Aguardemos o próximo massacre.

    ResponderExcluir