terça-feira, 4 de janeiro de 2011

NOTÍCIAS DE BRASÍLIA


Reformas política e tributária é prioridade para a nova legislatura

 

As reformas política e tributária

precisam ser democráticas e

não podem privilegiar partidos

pequenos e sem representatividade

 

FONTE: AGÊNCIA CÂMARA – FOTO LUIZ ALVE


As reformas política e tributária são os principais assuntos pendentes de análise que ficarão para a próxima legislatura. Espaço de tempo durante o qual os legisladores exercem seu poder. No Brasil, a duração da legislatura é de quatro anos. , conforme avaliação dos líderes partidários. O próximo Congresso (2011-2015), segundo eles, terá a tarefa de colocar esses temas em discussão já no início dos trabalhos. "Ainda não houve consenso para esses assuntos. Eles devem ser a pauta número um e número dois da próxima legislatura", afirma o líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN).
De acordo com o líder do Psol, deputado Ivan Valente (SP), a reforma política pode ser a saída para uma série de problemas. O atual financiamento privado de campanhas, diz ele, é a raiz da corrupção. O líder do PV, deputado Edson Duarte (BA), também defende a revisão do sistema eleitoral, com o argumento de que hoje os políticos com maior poder econômico são beneficiados.
Na opinião dos líderes, no entanto, o caminho para a reforma política já foi pavimentado com a aprovação da Lei da Ficha Limpa (Lei complementar 135/10). O projeto, aliás, foi destacado como uma das votações mais importantes da atual legislatura. "A Ficha Limpa teve participação do povo brasileiro, de todos os setores, da Igreja, dos advogados. Foi uma colaboração da sociedade via Congresso", acredita Henrique Eduardo Alves. Na Câmara, a proposta foi aprovada em maio.


Um comentário:

  1. Realmente o financiamento privado de campanhas é a raiz da corrupção. A grande parte dos candidatos pega dinheiro emprestado, que tem que pagar com juros depois de eleito.Dinheiro esse que vai sair dos cofres publicos e que juntamente com o alto padrão de vida ostentado não deixa nem as migalhas para a sociedade. O que sobra é miséria e desigualdades de todos os tipos.POR ISSO EU SOU A FAVOR REFORMA POLITICA URGENTE.

    ResponderExcluir