quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

FILME CONTA HISTÓRIA DA JUVENTUDE DE JOHN LENNON


“O garoto de Liverpool" aborda
juventude nebulosa de 
John Lennon , e o
relacionamento com a mãe

POR: ALYSSON OLIVEIRA, DO CINEWEB – FONTE REDE BRASIL ATUAL

Não é por acaso que "O garoto de Liverpool", drama baseado na juventude de John Lennon, termina ao som de "Mother", música escrita e gravada pelo músico, morto em 1980, que diz "Mãe, você me teve, mas eu nunca tive você. Eu a quis, mas você não me quis". Segundo o filme, dirigido por Sam Taylor-Wood, a relação do jovem com sua mãe, com quem foi manter contato apenas na adolescência, beirava o incesto.

Não que eles fossem muito próximos. John (Aaron Johnson) só a reencontra quando seu tio George (David Threlfall) morre repentinamente. Sua tia Mimi (Kristin Scott Thomas) o cria com mão de ferro.
Roteirizado por Matt Greenhalgh ("Control") a partir de um livro de memórias de Julia Baird - irmã de Lennon por parte de mãe - "O garoto de Liverpool" faz poucas referencias aos Beatles, deixando claro que esse é um filme sobre John.

Depois de uma certa resistência ao primeiro contato, ele se torna amigo de Paul McCartney (Thomas Brodie-Sangster), um rapaz com cara de engomadinho, mas que leva jeito para a música.

Os anos de formação de John e sua iniciação como músico servem como espinha dorsal na narrativa do filme, mas a rivalidade entre Mimi e Julia - o que cada uma representa, age e o que espera do rapaz - ganha a frente da história várias vezes. O que é um pouco frustrante, no entanto, é que o longa mostra isso apenas pelo ponto de vista do rapaz, reduzindo a potencialidade das outras duas personagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário