sábado, 25 de dezembro de 2010

UM POEMA


Pretensão do Poeta (Perfil)

Sou poeta cantador,
Ser humano que percebe
As minúcias ao redor,
Procurando ser vencedor
Busco não ver tristeza.
Porém em meio à graça
Percebo o que destoa
Talvez não com clareza.

Sou poeta do concreto
Pensando rimar a rima,
Fantasia permeia a mente
Quando esboço o projeto.
Romântico, sou realista
Vejo milhões de palavras
Que como nuvem aparece
No sonho surrealista.

Do sul sou brasileiro
De onde saí na infância
Percorri muitos lugares
Ganhei alma de guerreiro.
Aprendi lendo os mestres
Cervantes, Bandeira, Cabral
Tantos outros menestréis
Passantes na esfera terrestre.

Parei no estado do Pará
Onde afinei minha escrita
Rascunhando muitos papeis,
Montando meu patuá
Pretendo levar minha poesia
Como forma de congregar
Pensamentos e sentimentos
Sem cometer heresias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário